Bebês

Mãe relata 5 meses entre convulsão e primeiro sorriso pós-internação do filho

Conheça a história de Antônio, que venceu diversos obstáculos com muita coragem e vontade de viver

Sabará
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

bebe

(Foto: arquivo pessoal)

Durante o mês de setembro até o dia 10 de outubro vamos contar histórias de crianças que passaram pelo Hospital Infantil Sabará e que, com muita força e tratamento correto, tiveram sucesso. Por isso, se você tiver algum relato para contar para a gente, envie para o e-mail sousabara@paisefilhos.uol.com.br . Seu filho pode aparecer na galeria do site e na revista. Já pensou?

A história de Antônio Victor foi uma das que nós recebemos. Thais, mãe do pequeno, relata o que ela chamou de “primeira aventura” do filho. E é claro que Antônio venceu cada obstáculo com muita coragem e vontade de viver! Inspire-se com a história dele!

A gravidez de Antônio Victor, filho de Thais e Victor, correu traquilamente. Ele nasceu um pouco apressado, apenas nove dias antes da data prevista, de parto normal. E em 24 horas, já havia recebido alta e estava em casa com a família. No entanto, na primeira consulta com o pediatra do recém-nascido, a pele amarelada chamou atenção. A mãe resolveu ouvir uma segunda opinião, e novamente a icterícia foi um assunto levantado pelo médico. Antônio chegou a ser examinado por um terceiro médico, amigo da família, até que Thaís resolveu levar o filho para tratar o problema da pele amarelada.

Anúncio

FECHAR

Horas após o tratamento com banhos de luz UV, o bebê, por coincidência, teve uma série de convulsões. Internado às pressas no Hospital Sabará, ele fez diversos exames para saber a razão das crises. Na ressonância magnética, foi identificada uma má formação do lado esquerdo do cérebro. Antônio passou dois meses em coma e dependendo de aparelhos para sobreviver. E continuava convulsionando, mesmo com medicação fortes.

“Nessa época, eu sempre pensava que, se acabasse a luz em uma catástrofe, o meu filho morreria, pois ele era dependente da eletricidade para manter todos aqueles aparelhos funcionando”, lembra a mãe de Antônio.

Depois de algum tempo, eles encontraram um cirurgião especialista em epilepsia que salvou a vida do pequeno Antônio Victor. Uma cirurgia no cérebro para retirar a parte com má formação foi realizada com sucesso e, dois dias depois, Antônio abriu os olhos, pronto para a recuperação. “Fomos tratados feito família pela equipe do Sabará durante 143 dias. Hoje, o Antônio passa bem e está em casa”, conta Thais.

Leia também:

Conheça histórias de crianças que passaram por grandes superações

Superação: mãe relata seu desespero após bebê ter ficado em coma

Após ficar internada na UTI por 261 dias, criança supera todas as dificuldades

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não
Envie sugestões
×

Envie suas sugestões