Bebês

Pais podem estimular a inteligência do bebê no primeiro ano de vida

O professor do Departamento de Psicologia da Universidade de Dundee, Peter Willats, dá algumas dicas

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Assim que o bebês têm os primeiros contatos com meio social, eles já são capazes de aprender e interagir com o mundo ao seu redor. A convivência com os pais é uma das melhores formas de estimulá-los ainda no primeiro ano de vida. A Pais&Filhos conversou com o professor do Departamento de Psicologia da Universidade de Dundee, Peter Willats, no evento Expanding Center – Edição Neurodesenvolvimento e Prática Pediátrica, realizado em São Paulo, e ele nos apresentou algumas dicas exclusivas

De 0 a 3 meses

Nessa idade os bebês conseguem reconhecer as expressões faciais. Isso não quer dizer que eles entendem exatamente o que é uma expressão de tristeza ou de alegria. Afinal, são recém-nascidos, mas já são capazes de reconhecer a boca, o nariz, os olhos e seus movimentos. Uma forma de interação nessa fase é copiar os movimentos que eles fazem. Por exemplo se eles bocejarem, boceje também, ou se ele mostrar a língua ou piscar realize a mesma ação. Além de prender a atenção dele por alguns momentos, também é uma forma de estreitar o vínculo.

Anúncio

FECHAR

De 3 a 6 meses

A partir dessa idade, a criança já pode aprender a controlar alguns movimentos corporais. Uma dica é amarrar o cordão do móbile no tornozelo do bebê por alguns momentos e brincar com ele. “O bebê vai começar a perceber que à medida que se movimenta o móbile mexe também. Essa brincadeira pode ser feita algumas vezes na semana”, afirma Willats.

De 6 a 9 meses

Nesse período os pais podem trabalhar o desenvolvimento da atenção dos bebês. Uma forma de fazer é isso é brincar de esconder. Basta pegar um paninho e se colocar atrás dele e depois aparecer de surpresa.

Além disso, também é possível começar a treinar o movimento de agarrar as coisas. Uma forma de fazer isso é deixar diferentes itens, de preferência brinquedos, garrafas vazias, botões, caixinhas para que o bebê tente segurá-los.

De 9 a 12 meses

Com essa idade, os bebês já podem desenvolver a capacidade de resolução de problemas. Uma forma de estimulá-los é sentar com eles na mesa e colocar um brinquedo e colocar um paninho por cima. De acordo com Willats, os bebês se sentirão estimulados a retirar o paninho para encontrar o brinquedo.

A aquisição da linguagem também pode ser trabalhada nessa idade. Para isso é necessários que os pais conversem com os filhos. “Com o passar do tempo os bebês vão começar a soltar alguns fonemas como respostas”, conta o estudioso.

Tudo ao seu tempo

É importante lembrar que cada bebê tem seu estágio de desenvolvimento, portanto se você tentar alguma essas interações e seu filho não responder imediatamente, não tem problema. Poe ser que ele não queria fazer aquilo naquele momento ou ainda não esteja pronto. Na hora certa ele vai conseguir. 

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não
Envie sugestões
×

Envie suas sugestões