Criança

Alerta: você precisa se posicionar perante o seu filho

A criança não pode te ver apenas como um amigo

Jade Lourenção

Jade Lourenção ,Filha de Rosana e Ricardo

amigos-gQuando os filhos chegam, com eles vêm as responsabilidades. Mas não é só cuidar, e sim educar. Há quem acredite que ser amigo do filho é muito importante no desenvolvimento do criança, mas até qual ponto isso não é prejudicial?

Edilene Castro, psicanalista clínica, acredita que a necessidade exagerada de ser “aceito” pelos filhos, de agradar por sentir culpa pela ausência física e emocional, seja uma das grandes dificuldades da educação familiar na atualidade. Muitas vezes os pais se colocam iguais aos filhos para não serem os ‘vilões’ dos ‘nãos’ e das tarefas chatas, mas essa é uma parte muito importante da criação, pois dessa forma a criança aprende não somente a respeitar os pais, mas professores e outras pessoas de sua convivência diária.

Essa igualdade entre pai e filho é saudável apenas na fase adulta, onde a “criança” não depende mais dos pais e já está formada com suas convicções de mundo. Quem só atende aos desejos dos filhos sem contestá-los, acaba criando indivíduos intolerantes, que muitas vezes não conseguem aguentar a pressão da vida e isso pode até gerar problemas psicológicos futuros. Já Liliane Martins, especialista em alfabetização, diz algo parecido: “A falta de limites na infância pode causar muito mais do que incomodo e vexamento para os pais na frente de outras pessoas. Pois quando pequeno mostra apenas falta de limites dos pais, mas quando em adultos pode gerar grandes dificuldades em se relacionar socialmente, trazendo uma sensação de incapacidade e insatisfação consigo mesmo e com o outro.”

Anúncio

FECHAR

Leia também:

Itaú lança documentário para incentivar as crianças à leitura

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não
Envie sugestões
×

Envie suas sugestões