Criança

Dr. Claudio responde: Sangramento nasal é comum?

Veja as dúvidas que recebemos e as respostas

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

bb-nariz

A queixa de sangramento nasal, também chamada de epistaxe, é muito comum no consultório pediátrico. Este sintoma geralmente tem origem em um pequeno rompimento de um vaso sanguíneo na mucosa nasal, que é muito delicada e sensível. Raramente está ligado a uma doença mais preocupante, como um problema de coagulação, por exemplo. O sangramento é mais frequente em épocas do ano com clima seco ou na presença de um resfriado ou rinite. Além disto, pode acontecer mais de uma vez e atrapalhar a vida de algumas famílias.

O que pode causar o sangramento? –Patrícia Miranda, mãe de Heloísa.

Anúncio

FECHAR

A mucosa nasal é muito vascularizada, uma vez que é responsável pelo aquecimento do ar respirado. Estes pequenos vasos podem romper espontaneamente ou depois de traumatismos leves, como o ato de cutucar o nariz, comum na infância. A mucosa pode estar mais ressecada nos dias mais secos e crianças com rinite alérgica ou com resfriado manipulam mais o nariz, o que aumenta a chance de sangramento. Normalmente o sangue sai apenas de uma narina; o sangramento de duas narinas é raro, e pode ser um sinal de alerta para doenças sistêmicas, como problemas de coagulação ou hipertensão arterial.

Quando sangra, funciona inclinar a cabeça da criança para trás? – Dani Zurita, mãe de Maria e Luca.

É importante ter calma na hora do sangramento. A melhor conduta é acalmar a criança e colocá-la sentada, com a cabeça levemente inclinada para frente. Faça uma compressão nasal bem delicada com o dedo, na parte lateral externa da narina, de 5 a 10 minutos. Caso você disponha de um chumaço de algodão, sugiro fazer um rolinho bem fino e introduzir delicadamente na narina que está sangrando, junto com a compressão lateral. A posição da cabeça não é o mais importante e a criança deve ficar o mais confortável possível. Caso o sangramento não pare em alguns minutos, procure o pronto-socorro mais próximo. Lá será feito um tamponamento com material adequado.

É verdade que colocar gelo no nariz faz o sangramento parar? – Nathalia Strutzel, mãe de Guilherme, Leonardo e Pedro.

O gelo não ajuda nesta hora, pois não resfria de fato a mucosa que está sangrando. Acho que deixa a criança ainda mais irritada e atrapalha.

O sangramento pode gerar algum problema de saúde na criança? –Bianca Bresciani, mãe de Gabriel e Gustavo.

Na grande maioria dos casos o sangramento não gera problemas de saúde, uma vez que a perda de sangue é muito pequena. No entanto, perdas mais intensas e agudas podem provocar anemia de intensidade variável, levando até a problemas graves nos casos mais extremos. Recomendo que você procure ajuda médica se o sangramento não pare em 5 ou 10 minutos.

Em quais casos é preciso procurar por um especialista? – Carla Biscaldi, mãe de Isabella.

Você deve procurar um otorrinolaringologista se o sangramento for frequente, para seja feita uma cauterização na mucosa nasal. Este procedimento é simples, e costuma controlar o problema. Algumas manifestações mais incomuns, como sangramento das duas narinas ou em outros locais, como gengivas, por exemplo, são sinais de alerta. Nestes casos o pediatra deve ser consultado.

Lavar muito o nariz da criança com soro pode causar sangramento? – Michelli Lanza, mãe de Lucas.

A lavagem das narinas em excesso não costuma estar associada ao sangramento nasal, mas pode causar desconforto nas crianças. Vejo que muitos pais têm este hábito no dia a dia, sem alguma justificativa aparente. Sugiro que você fale com o seu pediatra para saber a real necessidade da lavagem nasal diária em crianças sem qualquer sintoma nasal.

Leia também:
Lavar o nariz deve virar hábito igual escovar os dentes e tomar banho

O que fazer quando seu filho engole objetos ou coloca-os no nariz e no ouvido

Sem medo: como limpar o nariz do bebê

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não
Envie sugestões
×

Envie suas sugestões