Família

Saiba como cuidar da sua audição e a do seu filho

É um assunto delicado e que precisa de atenção!

Ana Beatriz Alves

Ana Beatriz Alves ,Filha de Maria de Fátima

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Hoje, 10 de novembro, é o Dia da Prevenção e combate à surdez e, para aproveitar o dia, viemos dar dicas, sugestões e informações para toda a família, para isso, conversamos com a Cintia Fadini, fonoaudióloga e mãe da Júlia. A audição é um sentido muito importante e que faz toda a diferença, certo?! Afinal, é por meio dela que aprendemos a maioria das coisas. Na escola, por exemplo, através da audição, a criança passa a compreender e a interagir com o seu meio. Sem escutar, ela passa a ter problemas de aprendizado e seu desenvolvimento fica travado.

Para detectar a surdez nos filhos não é tão difícil: os pais precisam se atentar aos eventuais atrasos na comunicação e em como a criança interage com os sons de todas as intensidades e, assim, investigar a audição caso necessário.

E para prevenir?

Anúncio

FECHAR

Cada fase tem o seu caminho! Os cuidados durante o pré-natal são muito importantes! É aí que você vai prevenir doenças infecciosas e substâncias que podem agredir o desenvolvimento da audição. Depois que o bebê nasce, os pais precisam ter cuidado com a exposição, principalmente nos primeiros meses, barulhos intensos e fortes nem pensar! Depois disso, todo ano voltar ao médico e manter os exames atualizados.

Mas, logo nas primeiras 24 horas do bebê, é preciso fazer o teste da orelhinha (emissões otoacústica). É prático, rápido e objetivo. Por meio de uma sonda que é colocada dentro da orelha do bebê, o médico transmite um som e o sistema do bebê deve responder a este som. Se o bebê nasceu com alguma perda auditiva, você já vai saber em menos de um dia!

O que fazer se o problema for detectado? 

Depois do teste, o bebê passa por um reteste em 15 dias. Se o resultado for mantido, ele é encaminhado para exames e acompanhamento em centros auditivos. Em alguns casos, o teste da orelhinha falha pelo excesso de vernix que acompanha o bebê ao nascer, por isso os pais não devem ficar tão aflitos com o resultado do exame e aguardar o reteste.

 Para limpar: 

Por mais que as pessoas achem estranho, o uso do cotonete é uma falsa ilusão de limpeza, porque ele retira um pequeno volume de cera que o próprio organismo já ia eliminar e acaba empurrando e formando uma parede sólida dentro da orelha que, com o tempo, acaba atrapalhando a passagem do som. O correto é usar o cotonete apenas fora da orelha e, se houver a necessidade, o uso de uma toalha com o dedo indicador, a anatomia exata de até onde podemos chegar com algo dentro da nossa orelha

E a cera?

A cera existe para proteger o nosso sistema auditivo. Se há cera dentro da orelha, é porque o organismo ainda precisa dela.

Você e toda a família precisam cuidar da audição o resto da vida! Quem não gosta de escutar música alta, certo? Mas é preciso se atentar ao tempo de exposição e intensidade. Com limites, não perdemos nada.

 

Leia também:

Gustavo Lima posta foto com o filho e ilumina o nosso instagram

Para Monica Benini “o toque da fralda de algodão é muito mais gostoso” 

Aberta a temporada de piolhos! Saiba o que fazer se o seu filho pegar 

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não
Envie sugestões
×

Envie suas sugestões