Notícias

Mais um tiroteio em escola dos Estados Unidos acaba de acontecer

Os estudantes da escola, que fica na Flórida, foram vítimas de um atirador

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Mais um tiroteio em escola dos Estados Unidos acaba de acontecer

(Foto: Reprodução G1/WPLG-TV via AP)

A tristeza tomou conta da redação com essa notícia. O que sabemos até agora é que nesta última quarta-feira (14), um atirador invadiu o colégio Marjory Stoneman Douglas High School, na Flórida (EUA). Até agora estão confirmadas 17 mortes e 15 pessoas estão hospitalizadas. Segundo a agência de notícias Reuters, o criminoso segue foragido.

De acordo com a emissora WSVN, a equipe de resgate está usando o termo “acidente de casualidades em massa”, que é adotado quando há no mínimo 20 feridos. Segundo a CBS News, muitas pessoas foram retiradas do local por ambulâncias.

A polícia local pede para que a população evite a região e pede para que alunos e professores aguardem exatamente onde estão até serem instruídos por policiais a deixar o local. Imagens de TV já mostram alunos sendo retirados do colégio escoltados pela SWAT.

Anúncio

FECHAR

A imprensa americana encontrou na conta do Instagram de Nikolas Cruz, que foi bloqueada após o tiroteio, uma série de fotos em que o garoto aparece com facas e armas de fogo. Na avaliação do xerife da cidade, o conteúdo das redes sociais de Nikolas era perturbador, de acordo com a CNN. Ele fazia comentários ameaçando as pessoas dizendo que queria atirar nelas.

Familiares de alunos de escola na Flórida esperam por notícias do tiroteio (Foto: AP Photo/Joel Auerbach)

Familiares de alunos esperam por notícias do tiroteio (Foto: Reprodução G1/AP Photo/Joel Auerbach)

(Foto: reprodução G1/ WPLG-TV via AP)

(Foto: Reprodução G1/ WPLG-TV via AP)

Infelizmente, casos assim não são novidade nos Estados Unidos. Há apenas três semanas, no dia 23 de janeiro, um aluno de 15 anos disparou contra colegas em uma escola no estado do Kentucky. O número de feridos chegou a 19, e um menino e uma menina, também de 15 anos, não resistiram aos ferimentos e morreram.

Nossos sentimentos a todos os alunos, funcionários e familiares das vítimas dessa tragédia.

Leia também

Triste! Adolescente dispara tiros contra colegas em escola

“A principal causa de morte entre jovens de 14 a 29 anos é o trânsito”, afirma Diza Gonzaga

Precisamos falar sobre luto: Como ajudar as crianças a lidarem com a perda?

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não
Envie sugestões
×

Envie suas sugestões