Bebês

50% dos bebês nascem de madrugada e o pico é às 4h da manhã. Quer saber por quê? A gente te explica!

Um estudo britânico, feito com mais de cinco milhões de participantes, provou que a maioria das crianças nascem entre 1h e 7h da manhã, com horário de pico às 4h

Gabrielle Molento

Gabrielle Molento ,Filha de Claudia e Pedro

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

O momento do parto é sempre muito esperado pelas mães, mas, você sabia que – aparentemente – eles têm hora marcada? Parece brincadeira, mas é o que um estudo britânico comprovou: 71,5% das crianças nascem – independente do tipo parto – fora do horário comercial. Além disso, 50% das mães que têm parto espontâneo acabam tendo bebê entre às 1h e 7h da manhã, com horário de pico às 4h.

E qual a explicação? Os pesquisadores sugerem que é mais provável que os bebês nasçam esse horário por causa da evolução humana. “Os nossos antepassados eram ativos no período diurno e, então, reuniam-se à noite, depois de passar o dia caçando. Isso garantia uma proteção extra às mães e aos bebês, que davam à luz nas últimas horas do dia”, explica Peter Martin, especialista em estatísticas aplicadas na Universidade College London.

Ao que tudo indica, a atividade do útero também está sincronizada com os ciclos da luz, o que estimula hormônios que desencadeiam o parto. Com a falta de iluminação, a produção de melatonina acontece, influenciando os hormônios da oxitocina e noradrenalina, que são responsáveis pelo momento do nascimento, explica o jornal El Confidencial.

A pesquisa foi realizada com crianças britânicas e estudou mais de cinco milhões de nascimentos entre 2005 e 2014. Ela também concluiu que é mais provável que as crianças venham ao mundo de parto normal entre segunda e sexta-feira. Para os autores da pesquisa, essas descobertas poderiam ajudar os serviços de maternidade a organizarem suas equipes para atender mães e bebês em horários com mais nascimento.