Após médicos indicarem aborto, mãe dá à luz bebê com condição grave: “Meu pequeno milagre”

A criança sofre de uma condição genética rara

(Foto: Reprodução/South West News)

Após sofrer vários abortos espontâneos, Kiera Meldrum finalmente conseguiu engravidar, mas durante o 5° mês da gestação escutou dos médicos que seu bebê sofria de uma condição séria de saúde e por isso recomendaram que ela abortasse. 

-Publicidade-

“Eu me recusei o aborto de Lillee-Rose toda vez que eles me pediram, e estou tão feliz que ouvi meu coração em vez dos médicos“, disse Meldrum ao South West News sobre sua filha de seis meses.

(Foto: Reprodução/ South West News)

Os médicos notaram que durante a 21° de gestação, o bebê sofria de ascite grau 3 no intestino. Esta condição causa um acúmulo excessivo de líquido no abdômen. Com 28 semanas, o intestino do bebê se rompeu e, mais uma vez, os médicos aconselharam cessar a gestação. A mãe também relatou que sentia intensas dores, devido ao líquido amniótico que estava se acumulando.

-Publicidade-

“Os médicos disseram que drenar o líquido poderia machucar meu bebê e, depois de me dizerem o quanto ela já estava mal, eu sabia que não podia fazer nada arriscado”, contou.

Em fevereiro, Meldum deu à luz a sua filha de 34 semanas. Lille-Rose nasceu pesando 1,899 kg e foi levada às pressas para a sala de cirurgia para reparar a ruptura do seu intestino. “Eu estava com medo de perdê-la e vê-lo tirá-la de mim imediatamente e entrar em cirurgia partiu meu coração”, desabafou a mãe.

A criança está bem e se recuperando (Foto: Reprodução/ South West News)

O jornal americano também entrou em contato com o médico do hospital que Lille ficou internada. Ele contou que a criança sofre de uma condição rara conhecida como atresia jejunal com ascite “que afeta entre 1 a 3 bebês em cada 10.000 nascidos e requer uma complexa cirurgia especializada para corrigir”.

Felizmente, tudo ocorreu bem durante a cirurgia e Lille-Rose é monitorada a cada 3 meses. “Minha filhinha nunca parou de lutar e finalmente tê-la em casa comigo é uma bênção. Ela é meu pequeno milagre”, finalizou a mãe.

Fique por dentro do conteúdo do YouTube da Pais&Filhos:

Leia também:

Mãe se recusa a abortar filho com problema grave e é surpreendida no dia do parto

Grávida recusa a fazer aborto depois de médicos acharem que bebê tem síndrome de Down

 

-Publicidade-