Bebê de 2 meses luta pela vida em respirador após contrair coronavírus e mãe faz desabafo

Ashley Hildebrand usou as redes sociais para fazer um relato sobre a filha e pediu que todos os seguidores fizessem orações pela menina

Resumo da Notícia

  • Ashley Hildebrand pediu orações para a filha nas redes sociais
  • Ellie parou de respirar quando estava em casa e precisou ser internada
  • Neste momento, ela precisa de um respirador para sobreviver
  • A mãe disse ainda que só poderá sair do hospital quando a filha voltar a se alimentar
A mãe descreveu o momento como “um pesadelo” (Foto: reprodução / Facebook)

Ashley Hildebrand, uma mãe da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, publicou um relato e fotos comoventes da filha, de apenas dois meses, que está lutando pela vida em um respirador após contrair coronavírus. No domingo, 15 de março, ela publicou tudo pelo Facebook e desabafou.

-Publicidade-

Nas imagens, a menina aparece deitada em uma cama de hospital, sedada e com tubos no nariz para que consiga respirar. “Ellie deu positivo para COVID 19. Eu e Sean temos que ficar em quarentena por duas semanas sem ela. Por favor, mantenha nossa família em suas orações durante este momento difícil”, lamentou.

No relato, ela contou que a bebê ficou melhor, mas depois parou de respirar. “Ellie não tinha nenhum sintoma de antemão. Ela ficou um pouco ofegante por alguns dias, nada alarmante. E seus pulmões pareciam bem na terça-feira no check-up de dois meses”, explicou. Mas quando foi pela sexta-feira de manhã, eles precisaram ligar para a emergência.

-Publicidade-
Ellie tem apenas dois meses (Foto: reprodução / Facebook)

“Ela rolou e parecia muito constipada. Então ela gritou por alguns minutos e então parou de gritar e chorar e parou de respirar com eficiência. Ligamos para o 911, quando a ambulância chegou, o oxigênio estava em 58. Enquanto estava no hospital, ela ficou hipotérmica e disseram que os bebês pequenos às vezes esfriam ao invés de terem febre”, disse emocionada.

Depois de dias assustadores no hospital, Ashley disse que a filha começou a melhorar: “Eles estão começando a tirá-la do ventilador e deve sair em mais 1-2 dias. Quando ela estiver acostumada a tomar mamadeiras novamente e comer bem, poderemos levá-la para casa e ficar conosco pelo resto de nossa quarentena”, concluiu em entrevista ao Daily Mail.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-