Bebê de 4 meses que tomou vacina contra covid-19 por engano recebe alta

Dois bebês na cidade de Sorocaba tomaram o imunizante da Pfizer ao invés da vacina pentavalente

Resumo da Notícia

  • Dois bebês foram internados na semana passada
  • Os dois haviam tomado o imunizante da Pfizer ao invés da pentavalente
  • O bebê de 4 meses já recebeu alta e está em casa com a família

A mãe do bebê de 4 meses que recebeu a vacina contra covid-19 por engano disse que ele está bem, e já recebeu alta. Na semana passada dois bebês, um de 4 meses e outro de 2, receberam o imunizante da Pfizer por engano, eles deveriam ter tomado a vacina da pentavalente, que protege contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e contra uma bactéria responsável por infecções no nariz, meninge e garganta.

-Publicidade-

O bebê ficou internado por cerca de 10 dias no hospital do Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil (Gpaci). Já a menina de dois meses de idade teve alta na tarde de sábado (11), mas voltou ao hospital no domingo (12) após apresentar febre e permanece em observação.

A mãe está preocupada pelo filho não poder tomar a pentavelente ainda
A mãe está preocupada pelo filho não poder tomar a pentavelente ainda (Foto: Reprodução/G1)

Ao G1, a mãe do bebê Miguel Junior, Kethillyn Silva, de 19 anos, contou que ainda se preocupa com o fato de que ele ainda não pôde receber a vacina pentavalente. “Estou muito preocupada com essas doenças porque ele não vai tomar vacina agora. Agora ele está tomando remédio porque está com laringite e vai fazer inalação por sete dias, mas estamos aliviados por ele estar em casa e bem”, explica Kethillyn.

Em nota, a Prefeitura de Sorocaba informou que após o período de monitoramento dos bebês, que deverá durar entre 30 e 60 dias, eles poderão retomar as aplicações das vacinas, conforme calendário habitual. Ainda não se sabe se a bebê de 2 meses irá receber alta logo ou irá demorar mais um pouco.