Bebê de 8 meses luta para vencer nova síndrome associada ao coronavírus e mãe relata: “Não posso tocar que ela chora”

A doença rara tomou conta do seu corpo em pouco tempo, e os médicos já estavam sem esperança que ela poderia sair dessa. Essa história é um exemplo de esperança!

Resumo da Notícia

  • Pipa apresentou manchas na pele, lábios rachados e febre alta
  • Síndrome de Kawasaki enfraquece as células sanguíneas
  • Pesquisadores estudam a possibilidade da doença ser ativada pelo novo vírus
Pipa de apenas 8 meses luta contra a Síndrome de Kawasaki (Foto: Reprodução/ TheSun)

Penny Edwards percebeu que sua filha mais nova de apenas 8 meses estava em risco, quando a menina começou a apresentar manchas e feridas vermelhas por todo corpo, boca rachada e uma febre alta. A bebê que se chama Pippa foi diagnosticada com a nova síndrome conhecida como Kawasaki, que enfraquece as células do sangue e provoca uma forte inflamação interna, que pode levar a um aneurismo ou até mesmo um AVC.

-Publicidade-

Felizmente Pippa batalhou até o fim para sobreviver e agora está em estado de saúde estável. “Come você por dentro. Pippa só conseguia chorar, não queria ser tocada por ninguém. É a pior situação que uma mãe poderia passar”, declarou Penny ao TheSun.

A questão é que nas últimas semanas essa doença rara tem aparecido com mais frequência em crianças de até 5 anos e os sintomas são parecidos com o do novo coronavírus. “Essa é uma situação muito rara, mas eu acho que é possível que essa doença está sendo causada pelo vírus, pelo menos em alguns casos”, contou o chefe da England’s Medical Officer, Chris Whitty, ao TheSun.

-Publicidade-

-Publicidade-