Bebê de 9 meses morre engasgado com alimento em creche e mãe pede explicações aos funcionários

A professora percebeu que o queixo de Marcos Gabriel, de 9 meses estava ficando roxo e o levou para a enfermaria, sem acionar o resgate. Ele não resistiu e faleceu

Resumo da Notícia

  • Um bebê de 9 meses morreu engasgado na creche
  • A professora percebeu e o levou para a enfermaria, sem acionar o resgate
  • O bebê não resistiu e faleceu
  • A mãe dele e outras que se solidarizaram protestaram em frente a creche

Na última quinta-feira, dia 28 de abril, um bebê de 9 meses morreu após se engasgar na creche CEI (Centro de Educação Infantil), na zona leste de São Paulo. Em uma live realizada pelo projeto Confeiteiros Mirins, a mãe do bebe, que se chamava Marcos Gabriel, contou que a escola a informou de que durante o jantar na creche o bebê se engasgou e tossiu.

-Publicidade-
O caso ocorreu no CEI (Centro de Educação Infantil)
O caso ocorreu no CEI (Centro de Educação Infantil) (Foto: Reprodução Google Street View)

Ao perceber que o queixo de Marcos estava ficando roxo, a professora levou o menino para a enfermaria da escola, onde realizaram uma massagem para retirar o alimento da garganta dele. A escola disse a Naiara, a mãe, que a criança chegou a vomitar, mas continuou engasgada.

Sem terem acionado o resgate, os funcionários da creche levaram o bebê para a AMA (Assistência Médica Ambulatorial) e comunicaram à mãe sobre o engasgo. A criança acabou morrendo no hospital, e de acordo com Naiara, os médicos falaram para ela que a comida havia atingido o pulmão de Marcos Gabriel, e que por isso ele não resistiu.

Ainda segundo a mãe, os funcionários da creche estão alegando que o bebê sofria de refluxo ou de algum outro problema pulmonar, e por isso veio a óbito. Ela nega e afirma que o filho nunca foi diagnosticado com nenhum problema de saúde similar. Na manhã desta segunda-feira, 2 de maio, Naiara e outras mães foram ao CEI pedir explicações. O boletim de ocorrência foi registrado como morte suspeita no 49º DP (São Mateus).