Bebê de tenente que perdeu a noiva no altar recebe alta da UTI: “Ela é muito forte”

Tenente Flávio e Sophia estão se adaptando a nova rotina

O tenente já pode levar a filha para a casa (Foto: arquivo pessoal)

Lembra do Tenente Gonçalves? Ele passou por um momento muito triste no último mês de setembro. Ele perdeu a noiva na porta da igreja, instantes antes deles se casarem. Acontece que Jéssica (que estava grávida de seis meses) teve um AVC e acabou falecendo.

-Publicidade-

Felizmente, no meio disso tudo, os médicos conseguiram salvar o bebê pelo o qual o casal estava esperando, a Sophia. A menina que hoje está com dois meses nasceu de uma cesárea de emergência e ficou até semana passada internada em uma UTI neonatal.

A gente conversou com o Tenente para que ele contasse um pouco mais sobre como está sendo os primeiros dias da Pirulita, como ela é chamada, em casa. Ele começa dizendo que a Sophia ficou setenta dias hospitalizada e que esse tempo não foi nada fácil.

-Publicidade-

“Nestes 70 dias a Sophia teve trombose no coração, trombose no pescoço, teve infecção hospitalar, precisou passar por transfusão de sangue e de plaquetas. Precisou tomar muita vitamina e muitos remédios. Na última semana antes de ir para casa ela passou por uma cirurgia de hérnia inguinal e precisou abrir o abdome”.

Sophia completou dois meses (Foto: arquivo pessoal)

E reviver esses momentos de anestesia geral, centro cirúrgico não foi nada fácil para o Bahia. Só que mais uma vez Sophia mostrou o quanto ela é forte. O tenente nos explicou (todo orgulhoso) que a menina, apesar das complicações, respondeu tão bem ao tratamento que saiu, do hospital, 20 dias antes do esperado.

“Ela é uma bebê muito forte e eu tenho certeza que ela só saiu tão cedo por conta do meu empenho e da minha sogra. Lá na UTI neonatal, a gente não é visita. A gente faz parte do tratamento. Principalmente depois que a minha esposa morreu, eu fiquei muitos dias sem comer, sem dormir. Mas uma enfermeira me dizia que se eu não cuidasse de mim, eu não ia conseguir cuidar da minha filha”.

Foi essa conversa que fez Flávio entender que tinha uma pessoa que era única e exclusivamente responsabilidade dele. Que agora, ele tinha que ser forte pela filha. “Na última semana, antes dela sair ela precisou fazer a cirurgia e já achei que ela ia ter que ficar mais um mês no hospital. Quase morri. Só que ela se recuperou bem e na última quarta recebi que ela receber alta”.

Essa é a Sophia, ela está cada vez melhor (Foto: reprodução/arquivo pessoal)

Só que agora, que as coisas estão se ajeitando, o Tenente até conseguiu ver o fato da Sophia não dormir a noite toda com certo humor. “Ela está bem, está ótima em casa. Já tem a rotina dela. Ela só não dorme a noite, né? Mas tudo bem”.

Para lidar com toda essa situação de paternidade solo, Flávio entendeu que precisa se cuidar e começou voltar para as suas atividades está até saindo mais com os amigos, indo ao yoga e à terapia. “E tem o apoio da minha sogra né, estou morando com ela nesse primeiro momento”.

Afinal, Sophia ainda precisa de muitos cuidados especiais. “Ela vai precisar de cirurgião plástico, hematologista, hepatologista, fono e fisio… são muitos cuidados e eu reveso com a minha sogra. Ela olha de dia e eu fico a noite”.

A bebê ainda não está recebendo visitas. E para encerrar, ele diz que Sophia é muito agitada durante a noite, mas ao mesmo tempo ela não chora. Só pede colo. “Ela já faz dengo”, diz rindo um pouco. “É sempre uma descoberta nova, por isso eu leio muito e converso com os médicos. Estou cansado, mas muito realizado”.

Sophia com o avô (Foto: reprodução/arquivo pessoal)

Leia também: 

Tenente Gonçalves fala um mês após perda da esposa: “Minha dor não pode ser maior do que o amor pela minha filha”

Grávida de 7 meses, noiva morre de AVC minutos antes de entrar na igreja

Mãe do Tenente Gonçalves conta como o filho está após noiva falecer de AVC na porta da igreja

-Publicidade-