Bebê morre de fome depois de ser deixada sozinha enquanto mãe viajava

Asiah chorou durante horas, sem que ninguém fosse socorrê-la. A mulher encontrou o corpo morto da filha dias depois, quando voltou de viagem

Resumo da Notícia

  • Uma bebê morreu de fome depois que a mãe foi para uma viagem de aniversário com os amigos
  • Asiah passou horas chorando sem que ninguém a ouvisse e socorrresse
  • A mulher encontrou o corpo morto da filha dias depois, quando retornou da viagem

Uma bebê morreu de fome depois que foi deixada sozinha enquanto a mãe fazia uma viagem de 6 dias para comemorar o aniversário. A polícia ainda conta que a pequena Asiah foi deixada sozinha em casa diversas vezes antes do ocorrido.

-Publicidade-

A responsável pelo crime foi Verphy Kudi. Ela contou a polícia que essa não foi a primeira vez que deixou a única filha sozinha. Ela foi indiciada a nove anos de prisão por homicídio culposo em Londres, Inglaterra. As autoridades ainda informaram que ela passou 3 horas em casa com o bebê morto antes de acionar a polícia, tentando encobrir o crime.

Não foi a primeira vez que a mãe fez isso (Foto: Reprodução/ Mirror)

Agora, a polícia investiga o cotidiano da família – e porque nenhum assistente social se encaminhou para o local, já que um bebê era constantemente deixado sozinho em casa pela própria mãe. “Essa morte poderia ter sido evitada se os serviços tivessem sido contratados e dada a história?”, declarou Jacqueline Madders, advogada dos avós da criança.

Câmeras de segurança mostraram a mãe voltando de viagem (Foto: Reprodução/ Mirror)

No momento de sua morte, Asiah e a mãe não estava sob cuidados e atenção de nenhuma assistente social, conforme dados fornecidos pelo Mirror. “O condomínio em que as duas moravam tem o contrato de locação, especificação de locação, notas de contatos feitos com a mãe dando conta do dia a dia do que foi visto e falado e do que estava acontecendo naquele momento. Na maioria das vezes, não tinha conhecimento dos acontecimentos do dia-a-dia relacionados com a mãe e a filha”, disse ainda responsável pelo local que as duas estavam morando. O caso segue sendo investigado.