Bebê nasce com condição rara de pele que causa manchas escuras por todo o corpo

Jireh Joy Robinson é fruto do relacionamento de Toneka Rogers Robinson, 32, e Justin, 34

Resumo da Notícia

  • Bebê nasceu com manchas escuras pelo corpo;
  • As manchas escuras são decorrentes de uma anomalia genética rara;
  • Jireh é um bebê arco-íris do casal Toneka e Justin.

Jireh Joy Robinson nasceu com uma condição rara que causou manchas escuras por todo o corpo. O casal Toneka Rogers Robinson, 32, e Justin, 34, contou ao The Mirror que ficou inicialmente preocupado com as manchas por toda a pele. Após o nascimento da filha, os pais começaram uma conta no Instagram para publicar frequentemente fotos de Jireh. A condição genéticia da bebê chamou a atenção das pessoas e hoje a conta possui mais de 13 mil seguidores.

-Publicidade-

Após ser diagnosticada com nevo melanocítico congênito (NMC), que são proliferações pigmentadas visíveis (melanocíticas), os médicos rapidamente garantiram a Toneka e Justin que as marcas eram apenas “superficiais”, e Jireh estava perfeitamente saudável. A condição não é hereditária e é causada pelo desenvolvimento deficiente de células pigmentares no primeiro trimestre da gravidez. O NMC ocorre em cerca de 1% dos bebês em todo o mundo.

Jireh e os pais, Tonika e Justin
Jireh e os pais, Tonika e Justin (Foto: Reprodução/Instagram)

Toneka revela que Jireh é um bebê arco-íris, ou seja, a mãe engravidou anteriormente de Justice, em 2019, que nasceu prematura de 28 semanas. “Seu prognóstico era excelente e esperava-se que ela tivesse uma recuperação completa. Nós a perdemos inesperadamente com quatro semanas de idade. Cinco meses depois, soubemos que estávamos grávidas de Jireh”, contou ao The Mirror.

Ainda de luto, a analista de qualidade iniciou o processo de gravidez de alto risco, para garantir que cada etapa da gestação fosse planejada e sem complicações. “No momento que meu marido a viu pela primeira vez, suas primeiras palavras foram: ‘O que é isso no rosto dela?’. Meu coração caiu quando ele disse isso, devido à perda que havíamos experimentado”, desabafou.

Nova perspectiva de mundo

Os pais comentam estarem felizes com a nova perspectiva de mundo que a linda Jireh nasceu, já que as pessoas são mais receptivas a diferenças. “Existem tantas estrelas, como Winnie Harlow e Seal, cuja pele parece diferente. Eles ainda são aceitos por seus talentos. Tenho certeza de que ela receberá alguns comentários menos favoráveis, mas sua confiança será capaz de resistir à ignorância”, exclamou Toneka.

Toneka e Justin incentivam constantemente que a pele de Jireh é linda e eles ficam felizes em ver que outras pessoas pensam assim também. “Conversei com vários pais de crianças com problemas semelhantes e aprendi sobre suas experiências. Sinto que ela não se sentirá sozinha”, disse Toneka.

A respeito dos olhares curiosos e perguntas sobre a anomalia genética da recém-nascida, os pais dizem que não reagem e não alimentam a opinião de outras pessoas. “Rezo para que possamos ser os melhores pais para ela e conceder os desejos de seu coração. Eu a chamo de linda porque ela é. Eu amo sua pele e eu a deixo saber disso todos os dias. A confiança é a chave. Meus pais me ensinaram que eu era bonita e planejamos fazer o mesmo por ela”, frisou a mãe.

"Eu a chamo de linda porque ela é", diz Toneka, mãe de Jireh
“Eu a chamo de linda porque ela é”, diz Toneka, mãe de Jireh (Foto: Reprodução/Instagram)