Bebês

Bebê nasce sem ânus e comunidade faz vaquinha para ajudar no tratamento

O menino acaba de completar 1 ano

Yulia Serra

Yulia Serra ,filha de Suzimar e Leopoldo

Ele precisará passar por duas cirurgias (Foto: reprodução/Blog do Elvis)

Um bebê foi diagnosticado com má formação fetal em Floresta, Pernambuco, e precisa de uma cirurgia de reconstrução do trânsito intestinal. Daniel Kalebe de Sá Santos Lopes é o segundo filho do casal Camila e André e nasceu sem ânus. Por isso, precisou passar por um procedimento para colocar a bolsa de colostomia com dois dias de vida.

O pai do menino contou ao NE10 Interior que, atualmente, eles dependem da doação dessas bolsas e não têm condições de comprar uma. O filho também não pode ficar sem elas, pois sente um desconforto. “Ele fica irritado às vezes quando a bolsa está cheia. Quando está sem, acaba gastando umas dez fraldas por dia”, explicou.

A cirurgia será coberta pelo Sistema Único de Saúde (SUS), está marcada para o dia 19 de julho e acontecerá no Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP), no Recife. Além dela, o menino precisará realizar outro procedimento para retirar a bolsa. Isso tudo demandará tempo.

A família mora em uma zona rural e não tem como arcar com os custos da viagem por todo esse período, já que estão desempregados. Os vizinhos já começaram uma campanha para arrecadar dinheiro e ajudar nos custos do tratamento do bebê. Ela está sendo feita pelo site Vakinha Virtual.

Além da doação financeira, os pais também estão recebendo produtos infantis, como fraldas e gaze. Toda ajuda é bem-vinda nesse momento.

Leia também:

Boa notícia: novo projeto garante tratamento no SUS para crianças com lábio leporino

Mãe descobre que convênio vai parar tratamento da filha com síndrome rara: “Estou perdendo ela”

Menino pede para dançar com o avô antes de entrar em cirurgia e o vídeo é de aquecer o coração