Bebê se torna a doadora de órgãos mais nova do mundo e mãe compartilha dor

Hope doou seu rim e células do fígado momentos após o nascimento. Com menos de um dia de vida, ela salvou uma mulher de 20 anos

Resumo da Notícia

  • Hope é a mais jovem doadora de órgãos do mundo
  • A garota doou o rim e células do fígado logo após nascer
  • Anencéfala, ela viveu apenas 73 minutos
  • Em tão pouco tempo, Hope salvou a vida de uma mulher de 20 anos
A mais nova doadora de órgãos do mundo (Foto: Getty Images)

Hope Lee viveu por apenas 74 minutos. Em tão pouco tempo, ela conseguiu salvar a vida de uma mulher de 20 anos. Como? Se tornando a doadora de órgãos mais nova do mundo. Os pais da garota já sabiam que ela não iria viver por muito tempo e a tornaram uma verdadeira salvadora.

Os ingleses Drew Lee e Emma Thomas estavam esperando um casal de gêmeos e logo no início da gravidez descobriram que a garota tinha anencefalia. Como o menino se desenvolvia bem, eles resolveram continuar com a gestação.

O casal ouviu uma história a respeito de um bebê que havia nascido com a mesma condição e se tornara doador de órgãos, então encararam a possibilidade como mais um motivo para prosseguir com a gravidez. A garota nasceu e viveu por apenas 74 minutos.

No curto período de tempo, Hope foi responsável pela salvação de uma mulher de 20 anos. A bebê doou seu rim e células do fígado. Apesar do tamanho reduzido dos órgãos, eles se desenvolveram rapidamente quando colocados no corpo da mulher, salvando a vida dela.

Os pais de Hope receberam um certificado do Guiness World Records, apontando que a bebê era a mais jovem doadora de órgãos do mundo. “Receber este certificado foi meio chocante e abri-lo me deixou muito emocionada. Apesar da Hope ter vivido por apenas 74 minutos, ela ainda deixou sua marca no mundo. Ela não será esquecida”,  disse Emma Thomas ao jornal britânico Daily Mail.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!