Bebês

Bebê tem queimaduras de 2º grau causadas por protetor solar e mãe alerta: “Fiquem atentos”

Kyla foi imediatamente levada ao hospital

Emily Santos

Emily Santos ,filha de Maria Teresa e Francisco

(Foto: Reprodução/Facebook)

Rebecca Cannon é uma americana mãe de Kyla, de 14 meses, que relatou uma experiência um tanto assustadora com sua filha após aplicar um produto de proteção solar nela. Em entrevista ao canal local ABC, a mãe explicou que leu a indicação do produto e viu que não era indicado para crianças menores de 6 meses, mas como a Kyla já tinha passado dessa idade, achou que não teria problema.

No entanto, Rebecca notou que a filha estava tendo algum tipo de reação ao produto. “O rosto dela começou a ficar cada vez mais vermelho e o dia nem estava com tanto sol. No dia seguinte, minha filha acordou com o rosto inchado e bem vermelho, com bolhas começando a sair. Fomos imediatamente ao hospital e lá os médicos disseram que ela estava com queimaduras de segundo grau“, contou ela à reportagem.

(Foto: Reprodução/Facebook)

A mãe ainda explicou que os filhos mais velhos também usaram o mesmo produto, um protetor de filtro solar com aplicador spray, mas só a bebê teve reação. “O médico que atendeu minha bebê disse que já tinha visto alguns outros casos parecidos e que o protetor solar provavelmente causou uma forte reação alérgica na Kyla”, explicou Rebecca.

(Foto: Reprodução/Facebook)

Depois do acidente, a mãe usou as redes sociais para atualizar sobre o saúde da filha. “A Kyla já voltou do hospital esta manhã após ter tido queimaduras de segundo grau e um inchaço extremo, mas ela está bem e se recuperando. Por favor, fiquem atentos com os protetores solares em spray”, alertou ela na publicação.

Dicas de aplicação de protetor solar

1. Cerca de meia hora antes de sair para a piscina ou praia, ainda dentro de casa, tire a roupa do seu filho.

2. Ponha uma porção generosa do protetor na mão e aplique em toda a área do corpo que ficará exposta ao sol.  A pele deve estar sequinha antes da aplicação.

3. Você pode começar pelo rosto, não esquecendo nariz e orelhas.
Os filtros coloridos ajudam a não deixar nenhum centímetro sem proteção.

4. Em seguida, aplique o produto no pescoço, nas costas, nos ombros, no peito e na barriga.

5. Não se esqueça das
laterais do corpo e das mãos, que também se queimam.

6. Por último, aplique o protetor nas pernas, tanto na parte da frente quanto na de trás e não deixe o peito do pé de fora.

7. Coloque um chapéu para proteger a cabeça e o rosto. Os bebês têm pouco cabelo e o couro cabeludo é muito sensível. Reaplique o protetor a cada duas horas e sempre que entrar na água, depois de secar a pele.

Proteja seu filho
– Até 6 meses: nada de praia para ele. Deixe-o na sombra.
– Acima de 6 meses: de 15 a 30 minutos no sol, sempre com protetor.
– A partir de 1 ano: pode ficar de 30 a 45 minutos, com protetor.
– Tipo de filtro: especial para bebês (geralmente de 6 meses a 2 anos) e para crianças (a partir de 2), com fator 30 no mínimo. Não use seu filtro neles. Protetores de adultos têm mais substâncias químicas e podem causar irritação.
– Guarda-sol: de lona ou algodão. Os de náilon deixam passar até 95% dos raios ultravioleta.

Leia também:

Cuidado nunca é demais: todo dia é dia de protetor solar

Protetor solar antes dos 6 meses, nem pensar! Saiba como proteger seu filho

Não deu praia! Cinco marcas de protetor solar não passam em teste