Bebês

Calma! Não precisa entrar em pânico com a primeira febre do seu filho

Febre não é doença! Veja nossas dicas

Logo-Parents (1)
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

blurred-of-image-baby-sick-with-thermometer-picture-id660247196

(Foto: iStock)

Febres em bebês podem ser assustadoras, mas calma, não entre em pânico! Sabemos que essas reações em filhos de mães de primeira viagem assustam muito! Mas estamos aqui para te ajudar!

Antes de tudo, saiba de uma coisa: febre NÃO é sinônimo doença! Elas são apenas uma resposta do corpo a algum problema, como um resfriado comum ou uma infecção no estômago.

Veja nossa seleção de dicas que podem te ajudar nesse momento. Mas, olha, sem desespero! Respira fundo e saiba que você é capaz de passar por essa situação tranquilamente e sair mais madura dele!

Sabia que existe o termômetro certo?
Bebês com menos de 6 meses devem ter sua temperatura medida com um termômetro retal. Como os canais auditivos são tão pequenos, não é possível obter uma leitura precisa com um termômetro de ouvido.

Mas quando é febre, afinal?
A Academia Americana de Pediatria (AAP) diz que a temperatura normal do corpo de um bebê saudável é entre 36 a 38 graus Celsius. Uma febre seria qualquer temperatura de 38 graus para cima.

Liga ou não para um médico?
Se seu bebê tem menos de 3 meses, você deve ligar para o pediatra imediatamente. Uma febre em um bebê tão cedo pode significar uma infecção grave. A AAP sugere chamar o médico se o bebê entre 3 a 6 meses de idade tiver uma febre de 38,3º C ou mais, ou o de 6 meses ou mais tiver uma temperatura a partir de 39,4º C. Procure sintomas como perda de apetite, tosse, dor de ouvido, irritabilidade, sonolência incomuns, vô