Caso raro! Mãe dá à luz bebê com cabelo todo branco no RS

O menino albino chamou a atenção da família e ganhou o coração dos internautas depois que a mãe publicou fotos dele nas redes

Resumo da Notícia

  • Mãe dá à luz bebê com cabelo todo branco no RS
  • O menino albino chamou a atenção da família e ganhou o coração dos internautas depois que a mãe publicou fotos dele nas redes
  • O albinismo é uma condição genética incomum
  • A família conta a reação depois de ver o bebê

Dirce Soares, de 30 anos, e o esposo Julciano Martinelli, de 41 anos, foram pegos de surpresa depois do nascimento do 4° filho. Isso porque Lucas Valentim Martinelli nasceu albino, uma alteração genética considerada rara. O garoto, conforme o que foi dito pela família, é o único albino da cidade onde eles moram, Erval Grande, no Rio Grande do Sul, que fica há cerca de 46 km de Chapecó, no Oeste catarinense.

-Publicidade-

O menino nasceu  na cidade de Erechim, no dia 20 de abril, às 11h28, pesando 3.245 kg e as características chamaram atenção da família e dos médicos. “Foi uma surpresa para nós. Nunca tínhamos visto uma criança assim, nem se quer falar. Ao mesmo tempo foi uma alegria, porque é muito raro uma criança assim”, contou a mãe, em entrevista o jornal local ND+. O menino chamou atenção dos internautas nesta semana, depois que a família publicou fotos dele nas redes sociais.

A gravidez, conforme dito pela mãe, foi inesperada e aconteceu sem grandes interferências. O bebê veio durante um período em que Dirce estava tomando antibióticos, que acabaram cortando o efeito do anticoncepcional. “Descobrir a gravidez já foi uma surpresa, mas ele desde sempre foi muito amado”, disse ela.

Mãe dá à luz bebê com cabelo todo branco no RS (Foto: reprodução Facebook / Catraca Livre)

Os irmãos, Leandro de 14 anos, Luana de 9 anos e Leonardo de 4 anos, logo se encantaram com a beleza do caçula.  “Nossa foi incrível. Quando eles viram não acreditavam que fosse de verdade, porque todos eles têm o cabelo preto, ficaram encantados”, contou a mãe.

Segundo dados do Governo Federal, ao todo existem 21 mil pessoas albinas no Brasil. No mundo, a incidência de pessoas albinas é de 1 caso para cada 20.000 nascimentos, de acordo com uma estimativa da ONU. O albinismo é uma alteração genética que traz um defeito na produção da melanina, que é o pigmento responsável por dar cor a pele, cabelo e olhos.

A condição requer um maior cuidado em relação à exposição ao sol. Isso acontece porque, além dos albinos serem mais sensíveis à luz forte, eles também têm uma maior propensão a adquirir câncer de pele. Conforme explicações da Sociedade Brasileira de Dermatologia, isso acontece porque o pigmento não é responsável apenas pela coloração da pele, mas como pela proteção contra a ação da radiação ultravioleta.

11º Seminário Internacional Pais&Filhos – A Sua Realidade

Está chegando! O 11º Seminário Internacional Pais&Filhos vai acontecer no dia 1 de junho, com oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: você pode participar dos sorteios e ganhar prêmios incríveis. Para se inscrever para os sorteios, ver a programação completa e assistir ao Seminário no dia, clique aqui!