Bebês

Desabafo de pai: “Estou ficando cansado de ter que trocar a fralda da minha filha em um chão nojento”

O post no Facebook já ultrapassa 144 mil compartilhamentos

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

feet-and-legs-of-newborn-baby-with-diaper-picture-id672801890

(Foto: iStock)

O americano Chris Mau é pai de quatro crianças. Uma delas é Kali, uma bebê de oito meses. Em um passeio recente em família, ele precisou trocar a fralda da pequena e algo frustrante aconteceu: não havia fraldário no banheiro masculino. Acontece que não foi a primeira vez que ele passou por essa situação, o que é ainda mais frustrante.

Então, Chris resolveu fazer um post privado (apenas para seus amigos) em seu Facebook desabafando sobre o acontecido. Porém, um de seus colegas o incentivou a tornar o post público. A publicação ultrapassou 63 mil likes e mais de 144 mil compartilhamentos até o momento. Leia o desabafo:

“Eu estou ficando cansado de ter que trocar a fralda da minha filha em um chão nojento porque o único fraldário está no banheiro feminino. É louco imaginar, eu sei, mas há caras que podem cuidar de seus filhos também. Se é um local público com banheiros públicos, na geração de igualdade entre gêneros e raças, que tal possibilitar que pais possam trocar as fraldas de seus filhos em um fraldário, assim como as mães? Eu estou pedindo demais?

Minha noiva e eu decidimos que seria uma boa ideia ir passear no centro da cidade com as meninas. Em nossa aventura por uma das principais estradas da cidade, Kali começou a se agitar. Não demorou muito para que eu descobrisse que ela havia feito cocô na fralda. Nós sempre tentamos nos preparar bem para qualquer viagem que fazemos. Aconteceu de ter um restaurante literalmente bem na nossa frente. Imaginando que eles devem ter acomodações para os pais trocarem uma fralda, nós entramos. Minha mulher e as crianças ficaram em um playground que havia do lado de fora e eu fui com Kali para o banheiro masculino.

Ao entrar, fiquei imediatamente frustrado com a ignorância das instalações e, com Kali chorando, tive de fazer a escolha difícil entre fazê-la esperar até encontrarmos uma instalação que tivesse um fraldário, ou aliviar o desconforto dela e mudá-la no banheiro de qualquer maneira. Decidi trocá-la ali mesmo. Peguei a toalha, coloquei no chão e a troquei, tudo enquanto minha mente pensava o quão desnecessária essa situação toda é. Eu senti que eles honestamente não acham que o pai é responsável pela troca de fraldas.

Eu terminei de trocar a fralda e saí com a feliz Kali novamente. Encontrei minha noiva e disse que estava furioso com a ignorância do restaurante. Eu não vou mentir, mesmo quando chegamos em casa eu ainda estava bravo e fiz o meu post no Facebook para desabafar com meus amigos (as configurações foram originalmente definidas em privado). Um dos meus amigos me disse que algo assim precisava ser compartilhado e visto por mais que meus amigos, então tornei a postagem pública.

Nem mesmo 24 horas depois, fiquei perplexo ao descobrir que o meu post já atingia mais de 6 mil compartilhamentos! Eu não acreditava e ainda não acredito… o feedback de outros pais me animando por trazer o problema que todos eles enfrentaram em algum momento em banheiros masculinos em todo o mundo! Quase todo mundo que se aproximou de mim concordou que este problema é um problema estúpido, mas um problema. A solução é simples de instalar e bastante barata, por isso, hoje em dia, não há desculpa para que não haja um fraldário em todos os banheiros públicos.

Eu sinceramente espero que este post chegue a todas as pessoas certas e boas coisas virão para todos os pais e crianças”

Untitled-1

(Foto: Reprodução/Facebook Chris Boneyard Mau)

Leia também:

Já pensou em dar uma chance? 6 motivos para usar fralda de pano

Por que não é legal cobrir o carrinho do bebê com fralda?

Tem noção de quantas fraldas o bebê vai usar? Temos uma ferramenta que te ajuda nisso

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não