Fake News: parto empelicado que teria salvo bebê da covid-19 não aconteceu

Muito compartilhada nas redes sociais, a mensagem diz que o saco aminótico não foi rompido propositalmente e que isso foi feito para salvar o bebê, uma vez que a mãe estaria infectada com o coronavírus

Resumo da Notícia

  • Mensagem de parto empelicado que vem sendo compartilhada nas redes sociais é falsa
  • A mensagem fala que o parto empelicado foi induzido para que a criança não se contaminasse com o coronavírus
  • O parto, no entanto, aconteceu em janeiro, na Costa Rica, antes da covid-19 chegar no país
  • Quem fala sobre a veracidade dos fatos é a mãe da criança em questão
Mensagem que fala que parto empelicado aconteceu devido ao coronavírus é fake (Foto: Getty Images)

Uma mensagem que vem sendo muito compartilhada nas redes sociais mostra o nascimento de um bebê empelicado, que é quando a criança nasce ainda dentro da bolsa. A mensagem fala que o parto foi feito desta maneira porque a mãe estava infectada com o coronavírus e essa foi a forma que os médicos encontraram para garantir que a criança não se contaminasse no nascimento.

-Publicidade-

Ela diz: “Que emocionante! A mãe estava com coronavírus, e os médicos fizeram o parto antes que a bolsa se rompesse e o bebê se contaminasse”. A mensagem, no entanto, é falsa. O bebê em questão nasceu na Costa Rica, em janeiro, antes da covid-19 chegar no país.

Além disso, o fato de a bolsa, ou saco amniótico, não ter se rompido durante a cesariana aconteceu de forma espontânea e natural. Não houve intervenção médica para tal.

-Publicidade-

Em entrevista à CBN compartilhada pelo G1, Veronica Salazar, confirmou que teve filhas gêmeas no dia 8 de janeiro, e que não estava infectada pelo coronavírus. “Usaram o vídeo do nascimento de uma das minhas gêmeas com uma informação falsa, e isso viralizou”.

Mensagem que mostra parto empelicado por conta do coronavírus é falsa (Foto: reprodução Whatsapp)

Ela acrescentou, ainda, que, na época, “nem sequer se sabia o que era o coronavírus”. A gravação em questão aconteceu porque os médicos ficaram admirados com o nascimento com o o saco amniótico intacto e decidiram registrar o momento.

“Gravaram e nos mandaram. Não tenho ideia de quem postou. Eu nunca quis publicar, achei que era muito particular da nossa família.”, finalizou.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-