Fotógrafa registra crescimento da neta da maneira mais criativa de todas

Você vai querer copiar!

Alguém aguenta? (Foto: Arquivo)

Com o fácil acesso às novas tecnologias, cada vez fica mais fácil registrar as fases de vida do seu filho, sobrinho ou neto. É uma delicia poder reviver todos esses momentos depois e, sem dúvidas, muito especial poder guardar cada segundo. Por isso, a fotógrafa Simone Silvério decidiu usar a técnica para acompanhar a evolução de Betina, sua neta.

-Publicidade-

Desde o seu 7° dia de vida até completar 1 ano, Simone decidiu fazer fotos com o mesmo cenário mês a mês, nas mesmas datas, e o resultado não poderia ser melhor! É claro que com o passar do tempo, a menina que ficava acomodada no mini sofá, já não cabia mais. No final, mal conseguimos ver o móvel! Olha só:

“Acho muito interessante que os pais registrem o crescimento dos filhos, claro que não precisa ser mês a mês como fiz, já que esse é um trabalho autoral. Mas as sessões podem ser realizadas com espaços de tempo maiores, respeitando as mudanças de fases dos bebês. Dá para fazer ensaios belíssimos em qualquer idade, basta conhecer as características de cada fase do desenvolvimento do bebê”, explica a fotógrafa, que foi uma das primeiras profissionais a introduzir fotos de newborn no Brasil.

-Publicidade-
Fotógrafa registra mês a mês da neta (Foto: Arquivo)

Vale lembrar que fazer fotos com um recém nascido em casa não é fácil e pode ser perigoso, por isso, sempre procure um profissional da área que possa te ajudar a deixar esse momento eternizado e, claro, muito seguro. Normalmente essas fotos são feitas entre o 5° e 15° dia de vida do bebê, mas é importante você saber sobe alguns cuidados na hora de contratar e participar do processo do ensaio. A Gisele Carone, sócia-fundadora do estúdio Mukua Kids, separou 10 dicas para te ajudar:

1. Visite o estúdio antes de fechar o ensaio: mesmo quando é indicação e você curtiu o trabalho, é importante ir lá conhecer e se familiarizar, afinal, cada pessoa tem suas exigências e particularidades.

2. Preste atenção na higiene do estúdio e dos profissionais: recém-nascidos têm um sistema imunológico frágil, por isso o ambiente precisa estar sempre limpo. Preste atenção na higiene do local, seja se o fotógrafo e assistente se preocupam em higienizar as mãos com álcool e gel e se utilizam máscaras para se aproximar do bebê.

3. Certifique-se de que todos os objetos utilizados na sessão estejam higienizados e sejam próprios para recém-nascidos: mantas e acessórios devem ser lavados com sabão indicado para recém-nascidos, caso contrário pode causar alergia. Essa higiene deve acontecer antes de cada sessão, mesmo que não estejam aparentemente sujos. “Veja também se estão embalados adequadamente até você usar para o seu ensaio, pois desta forma evitará o acúmulo de germes e bactérias”, destaca Gisele.

4. Nunca deixe o bebê sozinho: os ensaios são feitos com uma assistente que, mesmo nas poses mais simples, está o tempo inteiro com o bebê para acalmá-lo e garantir segurança. Principalmente em fotos específicas quando a criança aparece com a cabeça apoiada sobre as mãos ou está na vertical.

5. Informe-se se a assistente tem experiência em manusear e posicionar o bebê: “Parece algo tão simples, mas não é! Profissionais corretos e que trabalham por amor tomam esse cuidado e posicionam os bebês de forma certa para não correr o risco de machucá-los por forçar uma posição, por exemplo”, alerta Gisele.

6. Temperatura do ambiente: a sala específica para o ensaio deve estar climatizada entre 26ºC e 30ºC. Porém, o conforto com a temperatura pode variar de bebê para bebê, por isso, preste atenção aos sinais de frio e calor que ele possa demonstrar. Um termômetro a vista mostra que o profissional realmente se preocupa com isso!

7. Respeite o ritmo do bebê: o recém-nascido deve estar calmo, se sentir bem ambientado podendo mamar e trocar fralda. “Cada um tem o seu ritmo, desconfie quando um estúdio estipula horário para acabar um ensaio newborn, pois quem sabe até que horas vai é apenas o bebê”, explica Gisele.

8. Opte por estúdios que fotografem em cima de mesas próprias: “Já falamos nas dicas anteriores e repetimos que os recém-nascidos são muito frágeis, por isso é mais humano e seguro fotografá-los sob uma mesa específica”, explica Gisele. Essa é uma forma da assistente ficar mais próxima do bebê devido a altura da mesa, o que acaba dando mais firmeza  e segurança na hora de posicioná-lo para fotografar.

9. Fique de olho nas restrições médicas: um bom profissional sempre pergunta aos pais se o bebê tem alguma restrição médica para saber como trabalhar.

10. Escolha um estúdio que faça fotos apenas do seu bebê no horário marcado: pode parecer bobeira, mas não é! Durante o ensaio do seu bebê seria interessante que não tivesse mais nenhum outro sendo feito, nem mesmo em outro cômodo do estúdio, para que não tumultue o ambiente e nem fiquem muitas pessoas circulando no mesmo local.

Leia também: 

Seu filho senta assim? Veja por que ele precisa parar de fazer isso agora

Que amor! Garotinha mostra aos amigos sua nova prótese para a perna

Comum entre as crianças, asma tem solução

-Publicidade-