Gêmeos siameses nascem com duas cabeças e três braços em caso raro

Os bebês nasceram com duas cabeças, três braços e dois corações. O caso foi registrado em Madhya Pradesh, na Índia

Resumo da Notícia

  • Gêmeos siameses nascem com duas cabeças e três braços em caso raro
  • O fenômeno surpreendeu os pais e os médicos
  • O caso foi registrado em Madhya Pradesh, na Índia

Na segunda-feira, 28 de março, a mãe Shaheen Khan e o marido Sohail, foram surpreendidos ao descobrir que seus filhos, gêmeos siameses, nasceram com duas cabeças, três braços e dois corações. O caso foi registrado em Madhya Pradesh, na Índia.

-Publicidade-

Os bebês precisaram ser internados no hospital de uma cidade vizinha de Indore, para que eles possam passar por maiores análises. No entanto, a mãe continua no local onde eles nasceram.

Gêmeos siameses nascem com duas cabeças e três braços em caso raro
Gêmeos siameses nascem com duas cabeças e três braços em caso raro (Foto: Reprodução / DailyMail)

A condição, também conhecida como parapagus dicefálico, é considerada um fenômeno raro. Os bebês são “grudados” por apenas um dorso do corpo, sendo ainda possível ter mais de uma cabeça e coração.

“Esses tipos de casos são raros e a condição dos bebês permanece incerta, especialmente nos primeiros dias. Devido a isso, nós os mantemos sob observação. Não planejamos nenhuma cirurgia no paciente”, afirmou Dr. Lahoti ao The Mirror, médico responsável pelo caso.

Gêmeos siameses nascem com duas cabeças e três braços em caso raro
Gêmeos siameses nascem com duas cabeças e três braços em caso raro (Foto: Reprodução / DailyMail)

Isso ocorre devido a um óvulo fertilizado que se distribui em dois embriões semanas após sua concepção. No entanto, esse desenvolvimento acaba sendo interrompido antes de concluir, gerando casos de bebês que nascem unidos um ao outro.

De acordo com o American Journal of Medical Genetics, a probabilidade de existirem gêmeos siameses é 1 entre 50 a 100 mil bebês. Ainda assim, apenas 11% nascem nessas condições, segundo o Journal of Pediatric Surgery.