Bebês

Hora de dar tchau! Saiba como preparar seu filho para as despedidas

Esse momento causa muita ansiedade, mas calma, vai ficar tudo bem

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Quando os pais naturalmente precisam se afastar um pouco dos bebês, eles sentem uma ansiedade, mas o momento é mais difícil para os próprios pais. Isso costuma acontecer entre o oitavo e 12º mês, uma vez que seu filho descobre que as coisas existem mesmo quando ele não pode vê-las (o conceito de permanência do objeto). Nesse ponto, seu bebê entende que você é a pessoa principal que cuida dele, então quando sai pela porta, ele entra em pânico. Ele não tem ideia de tempo e não sabe se ou quando você retornará.

Essa ansiedade pode aparecer gradualmente ou quase da noite para o dia e a idade que aparece pela primeira vez pode variar também. Pode durar dias, meses ou até um ano.

Gerencie os medos noturnos

Aquele sono bom que seu filho estava tendo durante as noites pode de repente acabar e ele começar a chorar pedindo por você às 2 da manhã. É porque quando ele desperta, percebe que você não está com ele, então não pode voltar a dormir e sabe que você virá se ele chorar. Uma vez que aprende a se acalmar, poderá voltar a dormir sozinho. Para encorajar isso, tenha uma rotina consistente de sono.

Teste! 

Uma das melhores maneiras de aliviar a ansiedade da separação é praticar deixando seu bebê com um cuidador antes de você começar a fazer isso regularmente. Você pode iniciar em qualquer idade, mas um bom momento é antes dos oito meses ou depois dos 12. Explique para ele que você voltará em breve e, em seguida, deixe a cuidadora distraí-lo com um brinquedo enquanto você sai. Por mais difícil que seja, não cancele os planos se o seu bebê chorar. Ele precisa aprender a lidar com o fato de você estar longe.

Mantenha as despedidas curtas

Um ritual consistente e rápido de despedida é fundamental, mesmo que você não esteja sempre deixando seu bebê no mesmo lugar. Comece dizendo a ele o que vai acontecer. Mesmo que ele seja jovem demais para entender um “Até logo, eu te amo” isso não significa que ele não vai entender a intenção. Dê um beijo e saia. Evite se afastar enquanto seu bebê não está olhando e fique tranquilo sabendo que ele vai parar de chorar em breve. Quando ele entender que você sempre volta, ele terá mais facilidade em se despedir.

Leia também:

Relato emocionante: mãe conta como foi passar por crise de ansiedade extrema

Crianças estão sofrendo distúrbios de ansiedade e depressão cada vez mais cedo

Adeus ansiedade e angústia! Veja 8 passos para te ajudar na amamentação