Bebês

Mãe decide continuar com a gravidez após descobrir doença grave e o motivo vai te emocionar

A filha nasceu com anencefalia

Izabel Gimenez

Izabel Gimenez ,filha de Laura e Décio

Familia reunida (Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal)

Depois de carregar seu bebê por 18 semanas, Krysta Davis e seu namorado Derek Lovett receberam uma notícia que nenhum dos pais quer ouvir: sua filha tinha anencefalia – uma doença que faz com que o bebê nasça sem partes do cérebro e do crânio. O mais triste de tudo é a expectativa de vida média que pode variar de segundos a apenas alguns dias.

Rylei, filha do casal, nasceu na véspera de Natal e,apesar do casal saber que não tinham muito tempo com a filha, se apaixonaram no mesmo momento. “Às 17h04, recebemos esta linda garotinha no mundo”, escreveu Krysta no Facebook. “Rylei Arcadia Diane Lovett saiu 19 polegadas de comprimento pesando 6 quilos ainda. Ela me surpreendeu a partir do momento em que vi seu rostinho. Estou tão apaixonado por minha filha e sou muito grato a todas as pessoas que compartilharam este dia com ela.”

Tão pequena e tão forte! (Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal)

Os médicos deram a Krysta a opção de induzir o parto e desistir de Rylei, mas a mãe decidiu esperar a criança nascer. Ela tomou essa decisão quando soube que poderia doar os órgãos da pequena para outras crianças necessitadas. “Eu posso não ter sido capaz de levar minha bebê para casa, mas talvez eu possa usar a vida dela para dar a outras mães a chance”, disse ela ao The Daily Advertiser.

Embora perder uma criança obviamente nunca seja fácil, Krysta e Derek ficam aliviados em saber que os órgãos de Rylei ajudaram outras crianças necessitadas. Suas válvulas cardíacas foram para outros dois bebês e seus pulmões foram doados para estudo, então mais pesquisas poderiam ser feitas sobre a anencefalia.

Familia reunida (Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal)

“Ela foi o nosso beijo da meia noite no ano novo “, disse Krysta.” Eu amo muito minha filha. Fico tão triste em saber que ela se foi, mas eu sei que ela vai viver. . . Eu sou uma mãe de uma menina que tocou o coração de tantas pessoas. Esta menina não sabe nada além de amar toda a sua vida.” Emocionante, né?

Leia também: 

Ácido fólico diminui a chance de malformação do feto

Exames que você precisa fazer antes de se tornar mãe 

6 perguntas sobre ácido fólico e gravidez