Mãe diz não guardar rancor de mulher que sequestrou seu bebê no hospital: “Eu te perdoo”

A sequestradora levou a criança em uma sacola e se diz arrependida

O recém-nascido, Miguel Pietro, assim que veio ao mundo foi sequestrado por Dayane dos santos (Foto: reprodução / metropoles)

A cabeleireira Larissa Almeida, teve o filho sequestrado após o parto. O bebê foi levado de uma maternidade, localizada em Brasília, na madrugada da última quinta-feira, 28 de novembro, em uma sacola e horas depois foi achado. Com final feliz mãe diz que perdoa a sequestradora e não guarda mágoas.

-Publicidade-

“Eu a perdoo. Porque agora sou mãe, tenho um pensamento, um sentimento diferente. Se ela fez isso, tem um motivo. Não sei se ela tem filho ou queria ter. Porque ela realmente queria ter um menino, mas não podia ser o meu, né? Ela tem que fazer o dela”, disse Larissa ao metrópoles.

O recém-nascido, Miguel Pietro, assim que veio ao mundo foi sequestrado por Dayane dos santos, que entrou no hospital dizendo que era acompanhante de paciente. O menino nasceu Hospital Regional de Taguatinga (HRT), no Distrito Federal, e foi recuperado depois de 6 horas quando a sequestradora tentou dar entrada no HRT com o menino.

-Publicidade-

Dayane teria perdido o filho em agosto e desde então não consegue engravidar. Ela foi presa por tentar se passar como a mãe de Miguel. Ela confessou o crime e disse estar arrependida.

“Houve falha do hospital. É necessário tomar medida de maior controle da saída de pessoas, como a instalação de câmeras e revistas na saída”, disse o delegado, Luiz Henrique Sampaio, responsável pelo prosseguimento do caso.

Leia também: 

Filha de Deborah Secco faz “tatuagem”; em homenagem à mãe a atriz se derrete

Filha encontra a mãe biológica após 40 anos separadas

Mulher usa bebê para assaltar mercado e acaba detida

-Publicidade-