Mãe escreve carta aberta ao homem que ficou irritado com o bebê em voo: “Quase comecei a chorar”

Stephanie Hollifield, mãe e blogueira, compartilhou uma mensagem para um colega de avião e o texto viralizou na internet

Desde que foi compartilhado na página de Momstrosity no Facebook, o post acumulou quase 2 mil comentários (Foto: Getty Image)

Voar pode ser estressante. Voar com um bebê? Sem seu parceiro? Bem, isso é desafiador em níveis extremos. Os pais se viram do avesso para garantir que o filho esteja seguro, feliz e calmo durante todo o voo e lutam com a consciência de que os outros passageiros ficarão irritados com as lágrimas ou inquietação ocasionais do filho.

Para Stephanie Hollifield, que recentemente voou com seu bebê, esse sentimento foi amplificado pelo comportamento de um outro passageiro. Desde o momento em que Stephanie e sua filha embarcaram no avião, o homem ficou visivelmente irritado. Em uma carta aberta ao “Gentleman on Flight 1451”, publicada na Momstrosity, a blogueira detalhou sua experiência:

“Eu notei você pela primeira vez quando suspirou alto quando pôs os olhos em mim e minha bebê embarcando no avião. Em um lapso momentâneo de julgamento, sentamos atrás de você. Era o assento mais próximo e eu mal podia esperar para colocar minha filha e nossas malas pesadas no chão. Por causa dos suspiros dramáticos que você soltou enquanto nos ajeitávamos estava claro que você ficou irritado com a nossa presença. Neste ponto, minha filha estava rindo e brincando, obviamente alto demais para o seu gosto. Eu me perguntei se você teve um dia ruim ou se esse temperamento ranzinza era o normal”.

Ela contou que, quando a filha teve uma birra, o homem continuou revirando os olhos. “Você até empurrou a parte de trás do assento em nossa direção”.

Hollifield disse que pediu desculpas a todos ao seu redor. “Eu quase comecei a chorar. Eu estava com vergonha e culpa por não poder controlar minha própria filha. Eu estava perdendo a linha, mas então, um anjo veio nos ajudar – a aeromoça veio e deu a minha filha um copo e canudos para ela brincar”.

Foi então que ela relaxou. Stephanie observou: “Assim, os gritos pararam e minha bebê ficou subitamente contente. A aeromoça nos disse: ‘Tudo bem! Voar é difícil para todos. Vocês estão indo muito bem!’. De alguma forma, a gentileza dela nos acalmou. Ela estava certa, estávamos indo muito bem! Estávamos fazendo o nosso melhor e isso é o máximo possível”.

Para o não muito “cavalheiro”, escreveu Hollifield: “O problema não era com a gente, era com você. Embora as crianças possam ser terrivelmente inconvenientes agora, elas governarão o mundo quando você estiver velho e grisalho. As crianças podem ser irritantes e desagradáveis, mas também são inovadoras e brilhantes”.

Ela sugeriu que, se alguém “não conseguir dar um sorriso e um olá, o simples silêncio será ótimo”. Conclusão de Hollifield: “Este mundo certamente tem negatividade suficiente sem que possamos acrescentar a ele e talvez a gentileza que você dá hoje seja devolvida a você no futuro”.

Desde que foi compartilhado na página de Momstrosity no Facebook, o post acumulou quase 2 mil comentários. Um deles diz: “O passageiro irritado teve décadas para aprender a lidar com suas emoções em circunstâncias estressantes, sua filha ainda está aprendendo a se controlar. Um deles estava sendo pirralho e não era a criança”. Outra mãe compartilhou: “Eu voei várias vezes sozinho com meu filho e também experimentei muitas dessas mesmas coisas. Sendo mãe solteira, eu realmente não tinha outra escolha. Eu queria dar à minha filha experiências introduzindo nova cultura e explorando novas partes do mundo. Tento não deixar que os olhares ou suspiros me dominem, porque, como você disse, minha filha é um presente”.

Com esperança, a carta viral de Hollifield servirá como um lembrete não apenas para esse “cavalheiros”, mas também para outros viajantes de que os pais que voam com seus filhos estão fazendo o melhor possível e merecem compaixão.

Leia também:

Mãe é expulsa do avião porque o filho estava chorando e filma todo o absurdo com o celular

Mulher grita com uma mãe e seu bebê e, claro, é expulsa do avião

Mãe distribui doces durante voo e divide opiniões na internet