Mãe faz alerta após bebê quase perder a visão ao brincar com brinquedos de banho mofados

Para chamar atenção de outros pais, a mãe de três, Eden, contou no Facebook o que havia ocorrido com o filho após se esguichar no olho com um brinquedo de banho

Resumo da Notícia

  • A mãe de três, Eden, contou no Facebook a história do filho que quase perdeu a visão após se esguichar no olho com um brinquedo de banho mofado
  • Baylor, o bebê, desenvolveu celulite infecciosa por causa das bactérias que se encontravam no brinquedo
  • Sem ter como limpar e matar as bactérias, o conselho que ela dá é de jogá-los fora

Na própria página do Facebook, uma mãe fez um alerta para outros pais após o filho quase perder a visão por se divertir com brinquedos de banhos sujos. Segundo o The Sun, ela já sabia a facilidade de aparecer mofo nesses acessórios e por isso, depois de todo banho ela espremia toda a água para fora deles.

-Publicidade-

“Eu vi posts de outras mães que cortavam os brinquedos dos filhos e mostravam a quantidade absurda de mofo que tinha lá dentro, eu sabia”, contou a mãe de três. Mas independente do tratamento que ela fazia com os brinquedos, os higienizando até com água sanitária, o que Eden não sabia era que a bactéria, por conta da umidade, continuaria crescendo dentro deles.

Elen limpava os brinquedos de banho com frequência e até com água sanitária (Foto: Eden Strong)

No começo do ano, a babá contou que Baylor, o filho, havia espremido um jato de água de um dos brinquedos diretamente no olho. Como ele havia apenas ficado um pouco irritado e vermelho, a mãe não se preocupou no momento. No entanto, quando chegou a tarde, o olho do pequeno estava muito vermelho e os pais o levaram para o hospital com medo dele ter desenvolvido conjuntivite. Os médicos concordaram com a hipótese e recomendaram que aplicassem colírio no menino.

-Publicidade-
No começo não se preocuparam tanto e acharam que era conjuntivite (Foto: Eden Strong)

No entanto, no meio da noite, ao aplicar mais uma dose do remédio, Eden viu que o olho do bebê estava muito pior. “Eu não esperava vê-lo no berço com o olho duas vezes maior do que quando tinha ido dormir e a vermelhidão espalhada até as bochechas”, relatou.

Preocupada, a família visitou outro médico achando que poderia ser uma celulite infecciosa, na qual as bactérias entram na pele e se espalham rapidamente, deixando o tecido inchado e vermelho. Novamente o médico concordou com o diagnóstico e receitou antibióticos ao menino, tomando a primeira dose às 2h30 da madrugada. Às 6h da manhã o menino acordou com os olhos tão inchados que não conseguia fechá-los e novamente ele voltou para o hospital.

O olho ficou tão inchado que o menino não conseguia fichar os olhos (Foto: Eden Strong)

Baylor estava quente e febril. Chegando lá logo examinaram para ver se a retina do pequeno estava danificada, que por sorte não estava. “A semana seguinte foi muito assustadora, ele teve um caso severo de celulite, que se espalhou pelo rosto inteiro e ambos os olhos”, relembrou a mãe.

Felizmente Baylor ficou bem e não perdeu a visão (Foto: Eden Strong)

“Os médicos disseram que tinha a chance do meu filho perder a visão do olho que estava pior, mas, no final, por sorte, ficou tudo bem”, falou Eden. Ela concluiu a postagem no Facebook relembrando que não é possível ver bactérias a olho nu, por mais que ela pensasse que ela era ‘melhor’ do que brinquedos de banho, não é possível limpá-los. “JOGUEM-OS FORA!”, finalizou.

-Publicidade-