Mãe faz alerta após filha de 1 ano pegar herpes por beijo: ‘Mantenha seu bebê seguro’

Uma mulher compartilhou uma foto comovente de sua filha coberta de bolhas e chorando de dor

Resumo da Notícia

  • Uma mãe fez um apelo aos pais sobre beijarem outras crianças
  • A filha da mulher contraiu o vírus da herpes provavelmente porque alguém a beijou
  • Agora a mãe esta tratando das feridas da filha

Uma mãe pediu às pessoas que não beijassem bebês depois que a filha contraiu uma cepa de herpes. Leah Green compartilhou a história na página do Instagram Tiny Hearts Education, alertando outras famílias sobre o risco de pegar herpes.

-Publicidade-

A mulher deu detalhes de quando a filha de 1 ano e 3 meses contraiu o vírus. Após ser beijada por um adulto, a criança desenvolveu duas pequenas manchas no lábio e, duas horas depois, atingiu uma temperatura de 39ºC. Em seguida, as manchas se espalharam pelo rosto e manchas brancas começaram a se formar na boca.

Ela disse que as manchas cobriram dentro de sua boca e se transformaram em “coisas horríveis como pus” que estavam especialmente atrás dos dentes.

Leah explicou que o menor toque faria as manchas sangrarem e seu bebê gritaria de agonia
Leah explicou que o menor toque faria as manchas sangrarem e seu bebê gritaria de agonia (Foto: Shutterstock)

“Isso significava que ela não podia comer ou beber, resultando em perda de peso e desidratação. Ela estava absolutamente miserável e grudada no meu quadril por quatro dias seguidos. Apenas tentar derrubá-la a fez gritar”, lamentou Leah.

“Foram três semanas muito longas, então espero poder ajudar as pessoas espalhando a conscientização. Por favor, por favor, NÃO beije ou deixe ninguém beijar seus bebês. Não importa quem eles são ou se você acha que eles vão se ofender. Mantenha seus bebês seguros a todo custo!”, frisou a mãe.

O HSV-1, herpes labial ou vírus do herpes podem ser facilmente transmitidos para bebês e crianças pequenas por meio do contato, como um beijo. Na pior das hipóteses, eles podem ser fatais. É uma condição crônica de longo prazo, que pode se tornar ativa novamente. A herpes é especialmente perigosa para bebês com menos de seis meses de idade e bebês recém-nascidos porque os sistemas imunológicos ainda estão em desenvolvimento.