Mancha mongólica: o que é, como cuidar, por que aparece e tratamento

Se você já notou uma manchinha arroxeada nas costas do bebê, pode ser uma mancha mongólica! Entenda mais sobre esse sinal de nascença

Resumo da Notícia

  • As manchas mongólicas não são graves e podem aparecer assim que o bebê nasce
  • Elas podem ter cores e tamanhos diferentes e, geralmente, ficam localizadas na lombar
  • Essa marca é mais comum em crianças negras, asiáticas e hispânicas

Você já deve ter reparado que alguns recém-nascidos têm uma marca acinzentada na lombar. Se nunca viu, não precisa se assustar! Chamada de mancha mongólica, essa marca não oferece perigo e é mais frequente em crianças negras, asiáticas e hispânicas.

-Publicidade-

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a marca de nascença pode aparecer em 10% dos brancos, 40% dos latinos, 80% dos negros e 90% dos orientais. Apesar de muitos pais confundirem com hematomas por causa de sua aparência marrom azulada ou arroxeada, ela pode desaparecer com o passar dos anos.

O que são as manchas mongólicas

A Dra. Patrícia Filgueiras dos Reis, pediatra mãe de Isabela e Clarissa, que atende pelo Docway, explica que a causa ainda é desconhecida, mas é estimado que ela apareça por uma falha no organismo. “Parece ser decorrente de uma falha de migração dos melanócitos (células que produzem melanina, substância que pigmenta e protege dos raios solares) da crista neural à junção dermoepidérmica (que separa a derme da epiderme) durante o desenvolvimento do bebê, o que gera agregados de melanócitos na pele”.

As manchas mongólicas costumam desaparecer sozinhas (Foto: Shutterstock)

Onde a mancha mongólica pode aparecer?

Geralmente, a mancha mongólica costuma aparecer na região lombar e começo do bumbum, mas isso não impede que ela apareça em outros locais do corpo, como foi o caso de Zaya, filha da cantora Simone. Após o primeiro ensaio fotográfico da menina, os internautas ficaram muito curiosos sobre o que era a marca no rosto e perguntaram para a mãe no Instagram. “É uma manchinha mongólica, e o charme da minha pequena”, respondeu. Quando a mancha aparece em outras regiões, são conhecidas por manchas mongólicas ectópicas.

Existe tratamento para as manchas mongólicas?

As manchas não precisam de tratamento. “A importância do reconhecimento dessas lesões está na orientação adequada a ser feita aos pais das crianças que, muitas vezes, ficam apreensivos por esperarem que seus filhos não apresentem nenhuma imperfeição ao nascimento”, alerta a pediatra.

Vale lembrar que as manchas mongólicas não são graves e não precisam de tratamento (Foto: Shutterstock)

As manchas mongólicas podem ter cores e tamanhos diferentes?

Sim, podem. É comum que elas atinjam até 10 cm de comprimento, além de serem acinzentadas, azuladas, arroxeadas, acastanhadas, ou até mesmo esverdeadas. Geralmente, o formato em que ela costuma aparecer é oval.

Como cuidar das manchas mongólicas no bebê

Apesar de não existir um tratamento específico, pois elas desaparecem sozinhas, é importante que os pais protejam a região com protetor solar. Isso evita que a região fique mais escura e também não cause outros problemas de pele

Como saber se é mancha mongólica?

A única pessoa que pode confirmar o diagnóstico é o pediatra. Normalmente, nenhum exame é indicado, pois costuma ficar em regiões específicas, como na lombar e começo do bumbum. Caso ela se pareça com um hematoma, causado por alguma pancada, o especialista irá indicar o tratamento específico. Vale lembrar que se houver suspeitas de violência contra a criança, é superimportante denunciar e buscar ajuda.