Mari Maria fala sobre motivo do filho bebê ter sido internado: “Muito perigoso”

Mari Maria deu um susto nos fãs na última segunda-feira, quando postou um vídeo do filho Noah com um acesso no nariz e contou que ele havia sido internado, mas que só diria o motivo quando tudo ficasse bem

Resumo da Notícia

  • O filho bebê de Mari Maria havia sido internado
  • A influenciadora contou que só quando ele estivesse bem, ela iria dizer o que ele teve
  • Noah teve uma bronquiolite grave, e por isso foi internado

Mari Maria deu um susto nos fãs na última segunda-feira, quando postou um vídeo do filho Noah com um acesso no nariz e contou que ele havia sido internado, mas que só diria o motivo quando tudo ficasse bem. Ontem a influenciadora postou um stories dizendo que já haviam saído do hospital, e mais tarde contou o motivo.

-Publicidade-
Mari Maria contou o motivo do filho bebê ter sido internado
Mari Maria contou o motivo do filho bebê ter sido internado (Foto: Reprodução/Instagram @marimaria)

Noah teve uma bronquiolite grave, e por isso precisou ficar internado, a mãe mesmo admitiu que no começo não achava que seria algo tão grave para um bebê tão pequeno, mas acabou sendo, e ela alertou outros pais e mães sobre a doença, e disse para todos tomarem cuidado. Mari também publicou um vídeo no canal do YouTube contando detalhadamente o que aconteceu.

O que é bronquiolite?

Segundo o médico do departamento Materno-Infantil do Hospital Albert Einstein, dr. Claudio Len, a palavra bronquiolite vem do grego (bronchion = brônquio + itis = inflamação). Esta doença é causada por vírus respiratórios, sendo o mais comum deles o vírus sincicial respiratório. De um modo geral, acomete crianças até os dois anos de idade e os sintomas costumam ser mais intensos nos bebês com menos de 6 meses.

Os sintomas iniciais são os de um resfriado comum, como coriza, irritabilidade e em algumas situações febre baixa. Depois de dois a três dias o vírus vai para os brônquios, que ficam inflamados e mais fechados, e há uma intensa produção de muco. Nesta fase, as crianças ficam irritadas, chiam, tossem muito e ficam desconfortadas, com dificuldade para respirar. A respiração lembra a de um “cachorrinho” que correu muito. Para saber mais sobre a doença clique aqui!