Médico aconselha aborto de bebê sem braço e mãe faz desabafo emocionante: “Ele me fez sentir culpa”

Prepara o lencinho!

Ivy tem três meses (Foto: reprodução)

Ainda no início da gestação, uma mãe se viu em uma situação muito complicada. Vanessa Mcleod descobriu que sua filha, que ainda estava em sua barriga, não tinha os dois braços. Em entrevista ao site “Love What Matters”, ela contou como se sentiu e como enfrentou todas as dificuldades.  “A notícia pareceu um soco no meu estômago. Fiquei sem ar e chorei demais. Nunca tinha pensado na possibilidade da minha filha não ter braços. Fiquei devastada”, disse emocionada.

-Publicidade-

O especialista que estava acompanhando a gestação indicou que os pais procurassem um geneticista para entender melhor qual era o problema do bebê. “Achei que a consulta me daria mais esperanças, mas foi o contrário”, afirma. De acordo com Vanessa, o médico em vez de ajudar, ele sugeriu que ela abortasse a criança. “E quando eu e meu marido começamos a dizer para ele que queríamos manter a gravidez, ele disse bruscamente: ‘Mas pense na qualidade de vida… ela não vai ter mãos!’”, relembra.

Para a mãe, aquilo deixou tudo ainda mais difícil e confuso. “Eu sempre fui a favor da descriminalização do aborto, mas aquela conversa com o médico mexeu muito comigo. Ele fez eu me sentir culpada por querer manter a gravidez, mas assim que tive um momento de privacidade com meu marido, ele olhou para mim e disse com muita certeza e paixão: ‘Eu vou fazer o que for preciso para cuidar dela. Eu farei qualquer coisa. Vou construir a prótese que precisar. Vou cuidar dela durante toda a vida’. Naquele momento, soube que ele estava certo. Ela era nossa para amar e proteger e nós já a amávamos”, conta.

-Publicidade-

O casal decidiu seguir com a gestação e deu tudo certo! Hoje, a menina tem três meses. “Ela é perfeita para mim. Nunca a trocaria por nenhum outro bebê no mundo. Era para ela ser minha filha e era pra eu ser sua mãe. Queria que aquele médico que me mandou abortar visse como minha filha está se desenvolvendo bem”.

Leia também: 

Mãe desabafa sobre acompanhar o filho no banco de trás do carro e o relato é emocionante

Mãe conta como conseguiu um novo emprego no final da gestação e aconselha: “Não tenha medo de arriscar”

Mãe faz desabafo sobre como a gravidez afetou sua saúde mental: “Questionei minha sanidade

-Publicidade-