Bebês

Menina com “ossos de vidro” pode voltar a andar depois de cirurgia

Winnie recebeu um diagnóstico tardio

Nathalia Lopes

Nathalia Lopes ,Filha de Márcia e Toninho

Winnie tem OI (Foto: Reprodução/Daily Mail)

O sonho de todos os pais é poder pegar o filho no colo e abraça-los, mas acontece que um casal britânico não pode fazer isso por um bom tempo. A filha de Steve e Emma nasceu com osteogênese imperfeita (OI), que faz com que as crianças sejam conhecidas por terem ossos de vidro.

Além da (OI), Winnie ainda tem também tem o distúrbio sanguíneo Von Willebrand (VWD), que faz com que o sangue não coagule adequadamente, isso tudo faz com que a criança tenha vários problemas de desenvolvimento. Só que agora ela vai fazer uma série de cirurgias e talvez consiga andar.

Steve e Emma reclamaram de uma falta de diagnostico, já que a OI pode ser descoberta ainda na gestação, mas eles só ficaram sabendo disso quando a menina tinha três meses de idade. Agora, eles conversaram sobre as dificuldades de criar a menina e a ansiedade pela cirurgia.

Winnie vai passar por uma cirurgia para fortalecer os ossos da perna (Foto: Reprodução/Daily Mail)

O relato

“As pernas de Winnie quebraram tantas vezes que estão bastante curvadas. A cirurgia inicial será quebrá-los, para que uma haste possa ser inserida para ajudar os ossos a crescerem retos. Não sabemos se ela vai andar, mas as varas ajudarão a fortalecer as pernas”, contou Steve ao Daily Mail.

“Eles normalmente não fazem essa cirurgia até os três anos de idade, mas Winnie teve tantos avanços que eles decidiram fazer um ano antes. A cirurgia dela é complicada pelo seu VWD. Para evitar que ela perca muito sangue, os médicos só vão operar na parte inferior das duas pernas”.

Para se dedicar ao tratamento e aos cuidados da filha, Steve parou de trabalhar e criou uma página para arrecadar fundos. Ele também relembrou o passado da menina. “É difícil olhar para as primeiras fotos dos bebês. Winnie tem que dormir no nosso quarto, em uma cama acolchoada de espuma. Então a gente se reveza para sentar e monitorá-la em turnos de uma hora”.

Fique por dentro de conteúdo da Pais&Filhos:

Leia também:

Mãe atira na própria filha sem querer dentro de casa depois de mal entendido

Gêmeos com doença rara nascem com “ossos de vidro”  e sobrevivem a diagnóstico negativo dos médicos

Menina com “ossos de vidro” tem sonho realizado neste Natal depois da visita do Bom Velhinho