“Minha irmã escolheu o nome de um crime para o bebê dela e não fala comigo desde que mandei a real”

Por meio de um desabafo anônimo publicado no Reddit, uma mulher desabafou sobre a escolha do nome do sobrinho. Além disso, ela ainda reclamou da reação da família ao “ridículo” nome escolhido pela irmã

Resumo da Notícia

  • "Minha irmã escolheu o nome de um crime para o bebê dela e não fala comigo desde que mandei a real"
  • Por meio de um desabafo anônimo publicado no Reddit, uma mulher desabafou sobre a escolha do nome do sobrinho
  • Além disso, ela ainda reclamou da reação da família ao "ridículo" nome escolhido pela irmã

Uma mulher recorreu ao Reddit para desabafar sobre desavenças que está vivendo com a irmã. Em uma publicação anônima, a internauta admitiu que está chocada com o nome que a irmã escolheu para o filho e, além disso, com a reação da família diante da escolha. Isso porque, segundo ela, o bebê terá o nome de um crime real nos EUA.

-Publicidade-

A autora do post admitiu que estava jantando com a irmã e o marido quando eles contaram que nome dariam a filha. Segundo ela, o escolhido foi Arson – que, em tradução livre para o português, significa incêndio culposo (isto é, sem a intenção de fazê-lo). A primeira reação da mulher diante da notícia foi dar risada, o que irritou muito os futuros pais.

“Eu avisei minha irmã que ela estava chamando a filha pelo nome de um crime real”, escreveu a jovem. “Ela ficou muito brava e ela e o namorado se levantaram e foram embora. Mais tarde naquela noite, ela enviou uma mensagem furiosa para meus pais dizendo que eles estavam me criando para ser uma pirralha opinativa sem respeito”.

Mãe é chamada de ‘mão de vaca’ após levar marmita em restaurante para economizar
A mulher está chocada com a escolha da irmã (Foto: GettyImage)

A gestante ainda disse que os pais – que também estavam presentes no ocorrido – deveriam tê-la defendido. Agora, a família quer que a autora da publicação no Reddit se desculpe com a irmã mais velha, que se recusa a atender o celular.

Nos comentários da publicação, muitas pessoas se surpreenderam com a escolha e apoiaram o posicionamento da autora. “É um nome terrível”, respondeu um. “Alguém precisava dizer alguma coisa”. Outro brincou: “Você sempre pode voltar às boas graças dela e dizer: ‘Quem pode resistir a um pequeno incêndio?!”. Uma terceira pessoa ainda escreveu: “É bom que você se posicione assim, porque alguém vai precisar defender essa criança no futuro”.