Bebês

Mulher dá à luz bebê de quase 7 quilos após ter problemas de infertilidade: “Foi bem violento”

A menina se tornou a maior criança a nascer no hospital de Nova York

Jéssica Anjos

Jéssica Anjos ,filha de Adriana e Marcelo

O caso aconteceu em Nova York, Estados Unidos (Foto: Getty Images/ Imagem ilustrativa)

Joy Buckley tinha a sensação de que o filha seria maior do que a média, mas ela ficou espantada quando deu à luz, no último dia 12 de março, uma criança que pesava quase 7 quilos.

“Estava muito feliz com meu bebê, mas não esperava que ela nasceria tão grande”, disse em entrevista ao NBC affiliate WETM.

Harper veio para quebrar records, é a maior criança já nascida no Centro Médico Arnot, em Elmira, Nova York, de acordo com os registros do hospital nos últimos 30 anos. A filha de Joy é o dobro do tamanho de qualquer recém-nascido que já veio ao mundo naquele lugar.

“Eu senti como se tivesse sido atingida por dois trailers ao mesmo tempo”, disse a mãe para o The Washington Post sobre o trabalho de parto.

Harper entrou para a lista de maiores bebês do mundo (Foto: reprodução / vídeo NBC News)

A criança é o mais novo membro da família Buckley, os pais disseram que tinham menos de 15% de chances de engravidar. Joy foi diagnosticada com distúrbio hormonal conhecido como síndrome do ovário policístico. Esse problema torna muito mais difícil engravidar, contraria a liberação regular dos óvulos. A mãe também teve diabetes tipo 2.

“Eu tinha muitos medos, pensei ‘como assim estou grávida’?”, disse a americana. Antes de Harper, o casal adotou uma criança chamada Heaven.

O record mundial do Guinness para o bebê mais pesado que sobreviveu pertence a um menino que nasceu com mais de 10 quilos em 1995 em Aversa, na Itália. Mais recentemente, teve o caso de uma criança que nasceu com 7 quilos aqui no Brasil.

Leia também:

Vídeo com novo jeito de revelar o sexo do bebê faz sucesso no Facebook

Chá revelação tem luta de bebês gigantes e vídeo viraliza nas redes

Bebês gigantes? As cesáreas podem estar deixando as crianças maiores