Bebês

Mulher retira doação para menina com câncer depois de descobrir que as mães são lésbicas 

A menina tem 1 ano e meio

Izabel Gimenez

Izabel Gimenez ,filha de Laura e Décio

(Foto: Reprodução / Go Fund Me)

Callie June, uma bebê de 1 ano e meio foi diagnosticada com um neuroblastoma, câncer nas glândulas adrenais, fora isso, ela tem metástase nos gânglios linfáticos e nos ossos. A bebê luta contra um câncer superavançado, durante todo o tratamento as mães Tiffany e Albree Shaffer estiveram ao lado da filha, que adotaram recentemente.

As mães estão fazendo uma ação na internet para ajudar a arrecar dinheiro para o tratamento da menina que precisa passar por sessões de quimioterapia e radioterapia. Elas já conseguiram quase R$ 190 mil, mas infelizmente, as mães também estão recebendo muitos comentários negativos e preconceituosos.

Um dos comentários em particular chocou não só as mães, como a internet. A mulher disse que a bebê merecia a doença, por ter duas mães homossexuais. “Minhas orações para Callie. Eu ia doar R$ 29 mil para seu tratamento, mas eu descobri que suas mães são lésbicas. Então, eu decidi doar para outro lugar. Desculpe. Eu ainda vou rezar por ela, mas eu acho que o câncer dela é um jeito de Deus chamar a atenção de vocês para o fato de que ela deve ter um pai e uma mãe e não duas mães”, escreveu no comentário.

Tiffany e Albree responderam o comentário indignadas e receberam muito apoio de outros seguidores. “Minha filha está muito doente, ela corre risco de vida…e então alguém vem e nos diz isso. Esta é uma atitude nojenta! Se você não concorda com a forma como nossa família é, guarde para você, não diga nada! O que a Callie precisa é de amor e apoio, não ódio!”

Leia também:

Conheça a síndrome rara que afeta os olhos dessa menina de 2 anos

Antes de morrer, menino resiste ao câncer por 6 semanas por um motivo que vai te surpreender