No passinho do bebê: descubra os benefícios que a música traz para o desenvolvimento do seu filho

A música nos acompanha por todos os momentos, inclusive na construção da conexão entre mãe, pai e bebê. Saiba como ela pode fazer toda a diferença durante esse processo

Resumo da Notícia

  • Saiba a diferença que a música faz no desenvolvimento do seu filho
  • Veja como criar um vínculo entre mãe, pai e bebê
  • Aprenda (muito!) com o novo ebook de Huggies para toda a família

Ouvir música faz parte do nosso dia a dia. Seja no caminho ao trabalho, para arrumar a casa ou até mesmo naquele momento para relaxar, em que não queremos pensar em nada. E se olharmos para trás, vamos perceber que a música, ou o som, faz parte das manifestações do ser humano desde quando ele está na barriga da mãe. A música é um tipo de linguagem que está presente de forma muito intensa, desde a melodia de uma caixinha de música, um instrumento musical, o rádio do carro, o toque do celular e até mesmo o barulho da rua. A audição é o primeiro sentido que se forma na gestação: por volta da 24ª semana de gravidez, o feto é capaz de perceber os estímulos sonoros emitidos no corpo da mãe e para além da barriga. Tudo isso se resume também na construção da conexão entre mãe, pai e bebê. 

-Publicidade-
Saiba como fortalecer o vínculo com o seu filho (Foto: Getty Images)

Quando a criança tem contato com a música, seja ouvindo ou interagindo mais ativamente com esse universo, ela pode desenvolver algumas características próprias com mais facilidade, como fala, dicção e coordenação motora, entre outras. Não é à toa que existe uma grande quantidade de brinquedos educativos para bebês e crianças pequenas que emitem ou fazem barulhos e têm músicas. Você já prestou atenção nisso? E claro que não é apenas com os brinquedos que essa relação se estabelece. É cientificamente comprovado que crianças que tocam um instrumento antes dos 5 anos apresentam a área frontal do cérebro, que mexe com o conhecimento lógico e abstrato, mais desenvolvida.

A música na primeira infância tem o papel de fazer a criança brincar, interagir com os amigos, aguçar a percepção auditiva, assim como o senso rítmico. Tudo isso ajudará quando ela começar a ler e escrever. Mas atenção: não basta colocar a música para a criança ouvir. Mais importante que isso, para o seu desenvolvimento, é a interação com pessoas que a amam. Um estudo da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, mostrou que homens e mulheres jovens que compartilharam experiências musicais com seus pais durante a infância relatam ter um melhor relacionamento com seus pais quando entram na idade adulta. 

-Publicidade-
A música pode ajudar (e muito!) no processo de desenvolvimento (Foto: Getty Images)

Som na caixa

Huggies acaba de lançar um e-book superespecial, disponível em Mais Abraços, uma plataforma digital completa para ajudar os pais com conteúdos, chá de bebê online, planos de assinatura e e-commerce. O e-book “Som na caixa” lista os benefícios cognitivos, emocionais, físicos e sociais da música para o bebê, além de explicar a importância da presença ativa dos pais nesse momento para que todos estejam envolvidos emocionalmente. Você também vai encontrar dicas de como inserir experiências musicais e de dança na rotina do bebê. Ao final do e-book, tem um QR code que leva para a música No Passinho do Bebê, desenvolvida por Huggies  com base em neurociência, para ajudar no desenvolvimento infantil, para dançar e cantar com toda a família! Para acessar ao e-book completo, clique aqui

Brincando e se movimentando

Para que seu filho se movimente de forma livre e segura, Huggies lançou a fralda Supreme Care com tecnologia exclusiva Xtra-Flex. Criada a partir de pesquisas para oferecer cada vez mais conforto e flexibilidade, ela é indicada para os bebês que estão entrando na fase de desenvolvimento motor mais avançado e começando a engatinhar e andar. Com canais de distribuição em X, ela leva o líquido para as extremidades da fralda, evitando o acúmulo no meio da perninha e facilitando a movimentação do bebê, deixando-o livre para se desenvolver.

-Publicidade-