Bebês

Andador pode ser muito mais perigoso do que você imagina; entenda

O alerta foi feito pela associação australiana Kidsafe SA

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

A associação australiana Kidsafe SA lançou uma nova campanha para alertar os pais sobre os perigos do uso de andadores para os bebês. Foi comprovado por especialistas que o equipamento pode colocar em risco o desenvolvimento e a segurança das crianças.

Calma para andar

De acordo com o vice-diretor e médico da Kidsafe SA, Dr. Nicola Spurrier, os atrasados no desenvolvimento motor das crianças estão associados ao uso excessivo de andadores (os Jumpers também se incluem nessa categoria). Ironicamente, muitos pais usam esses produtos por engano, achando que eles realmente ajudam a crianças andar.
 
“O tempo excessivo nesses equipamentos, ensina os bebês a ficarem na ponta dos pés, fazendo com que os músculos da panturrilha se contraiam, afetando sua capacidade de andar, e em alguns casos, exigindo tratamento com moldagem ou cirurgia”, disse Spurrier.  Engatinhar, rastejar e rolar no chão podem ser exercícios melhores para o seu filho aprender a andar.
(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Alto risco de lesão

Além dos atrasos no desenvolvimento, os especialistas também alertaram sobre o perigo dos andadores. “Os andadores e os jumpers para exercícios são perigosos e não recomendados”, compartilhou Dr Spurrier. Já no caso dos jumpers, os bebês podem sofrer ferimentos se os dedos ficarem presos pela corrente ou pelas molas, quicando em paredes ou objetos, ou se forem empurrados por outra criança.

Perigoso e prejudicial

A diretora executiva da Kidsafe, Holly Fitzgerald, concordou dizendo que os baby walkers podem ser perigosos porque permitem que os bebês se movam rapidamente pela casa, tendo acesso a coisas que geralmente estão fora do alcance

O que é recomendado:

Algumas boas brincadeiras de chão e abdominais são a opção ideal para bebês e crianças pequenas, segundo Holly.

“A melhor coisa que os pais podem fazer para ajudar o desenvolvimento do bebê, é deixá-lo passar um tempo no chão em um espaço seguro, onde ele possa aprender a rolar, sentar e engatinhar”, disse ela.

Se você está procurando alternativas além do chão, Holly recomenda mesas de atividades em pé, carrinhos de empurrar, balanços para bebê – todos são considerados seguros em relação a l