Pega correta: aprenda a amamentar sem dor e mais 6 posições confortáveis

Muitas mães sentem dor até conseguirem encontrar a posição mais adequada para o bebê

(Foto: Getty Images)

A amamentação é um dos momentos mais importantes para a mãe e o bebê. Além de possibilitar uma construção maior do laço materno, é um ato responsável por fortalecer o sistema imunológico do bebê e também melhorar a saúde da mulher. Mas para que esse momento seja tranquilo, é essencial que você esteja preparada psicológica e fisicamente para dar o leite ao seu bebê. No começo da amamentação, é normal sentir dor na hora da descida do leite. Afinal, você nunca havia feito isso. Uma das maiores dificuldades é encontrar a pega correta. Muitas mães sentem dor até conseguirem encontrar a posição mais adequada para o bebê. Antes de qualquer coisa, é importante reforçar que a amamentação não deve ser um processo doloroso. 

-Publicidade-

A pega correta deve ser sempre na aréola, e não no bico do seio. A parte de cima da aréola tem que ficar mais visível do que a de baixo, os lábios do bebê devem estar em formato de peixinho e, quando ele suga, o seio da mãe vai para dentro da boca dele.

(Foto: Getty Images)

 A boca do bebê deve ficar bem aberta e encaixada na aréola, com os lábios para fora. Assim, ele conseguirá sugar o leite e você não sentirá dor. Para saber se está tudo certo, é simples: você não vai ter dor e vai sentir a sensação de esvaziamento do peito. Além disso, se seu bebê estiver fazendo xixi em grande quantidade e cocô regularmente, quer dizer que tudo está fluindo bem.

-Publicidade-

Confira algumas dicas para que seu bebê faça a pega correta:

– Os lábios do bebê ficam voltados para fora, e a boca aberta como “boquinha de peixe”

– O queixo do bebê fica encostado no seio da mãe

– A barriga e o tronco do bebê ficam voltados para a mãe

– A bochecha do bebê enche quando suga o leite

– O bebê deve pegar todo o mamilo e a parte inferior da aréola

– O nariz do bebê não encosta no seio da mãe, e ele respira livremente

(Foto: Getty Images)

Além disso, a posição correta evita futuros desconfortos para ambos os lados. Separamos seis posições para te ajudar nessa hora superimportante:

O conforto faz toda a diferença

“A mãe também precisa estar em uma posição confortável para que não tenha câimbra no braço de 10 em 10 minutos, por exemplo”, explica Corintio Mariani Neto, ginecologista e obstetra, presidente da Comissão Nacional de Aleitamento Materno da Febrasgo e diretor técnico do Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros, pai de Adriana, Renata e Cassio e avô de Pedro Henrique, Alexandre e Felipe. Seja na poltrona, na cama, ou até mesmo em pé, antes de iniciar a amamentação, verifique o conforto e uma maneira que seu corpo não canse de ficar segurando o bebê.

Para te ajudar a evitar futuros desconfortos, separamos seis posições indicadas para a hora da amamentação:

1. Barriga com barriga

Colar barriga com barriga e utilizar o braço contrário do seio em que ele está mamando para segurá-lo (Foto: Divulgação)

2. Transversal

Em posição transversal, segurando-o com o mesmo braço do seio que está amamentando (Foto: Divulgação)

3. Sentada

Sentada, segurando o bebê por baixo do seu braço do mesmo seio que está amamentando (Foto: Divulgação)

4. Cavalinho

Na posição “cavalinho”, de frente para o peito (Foto: Divulgação)

5. Deitada

Deitados, com a cabeça do bebê levemente elevada. Vale lembrar que você só deve amamentar deitada se estiver bem acordada (Foto: Divulgação)

6. Gêmeos

Se for o caso de gêmeos, use qualquer posição citada se for amamentar ao mesmo tempo (Foto: Getty Images)

Dicas para a amamentação

Em parceria com a Libbs, o Dr. Corintio Mariani deu dicas para uma amamentação mais tranquila e sem dores. Confira tudo no infográfico:

(Foto: Divulgação/Libbs)

Fique por dentro do conteúdo do Youtube da Pais&Filhos:


Leia também:

Amamentação: respondemos as 17 maiores dúvidas das mães

Colostro: o que é e qual a importância dele para o seu bebê

Cesárea ou normal: o tipo de parto influencia na amamentação?

-Publicidade-