Pingente de leite materno permite eternizar a fase da amamentação

Um acessório interessante para manter viva a memória desse período, que é complicado, mas cheio de significado

Resumo da Notícia

  • O período de amamentação é fundamental para mãe e filho
  • Buscando registrar na memória, conheça o pingente de leite materno
  • Mais uma forma de guardar esse momento

A amamentação é um momento único e muito marcante para a mãe. As joias de leite materno buscam justamente eternizar essa lembrança para carregar sempre com você. O mais interessante é que você consegue fazer o seu próprio acessório em casa, recebendo um kit, com molde de silicone do formato do pingente escolhido (coração, mãe e bebê, árvore da vida, gota, etc.), duas soluções químicas e as ferramentas necessárias para colocar a mão na massa. Você pode adquirir o seu por cerca de R$ 200,00 pelo site oficial da lackto.com.br.

-Publicidade-
Um acessório para eternizar a amamentação (Foto: Divulgação/Lackto)

Amamentação x coronavírus

Com a pandemia, várias perguntas surgiram. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), bebês até seis meses de vida devem ser alimentados exclusivamente pelo leite materno e devem continuar recebendo até os dois anos de vida, com o acréscimo de outros alimentos. Mas como fica isso em tempos de coronavírus? Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e a FEBRASGO, a amamentação continua e deve ser realizada normalmente, mesmo nos casos em que as mulheres apresentam suspeita ou confirmação da doença.

“Tanto órgãos nacionais quanto internacionais incentivam que a mãe suspeita e a mãe confirmada para o Covid-19, desde que esteja em boas condições de saúde e for o desejo dela, deve amamentar”, pontua Cinthia Calsinski, mãe de Matheus, Bianca e Carolina, enfermeira obstetra, consultora de aleitamento, colunista da Pais&Filhos.

-Publicidade-

Como prevenir a transmissão durante o aleitamento?

Mesmo com os números, Cinthia não descarta o dever de tomar algumas medidas de cuidados extras:

Para as mães em geral

Lavar as mãos por 20 segundos: essa é uma recomendação básica para manusear qualquer bebê, mas vale ser destacada
Evitar aglomerações: isso vale para qualquer pessoa frente à pandemia e, principalmente, nesses casos

Para as mães com suspeitas ou contaminadas

Usar máscara: é fundamental usar esse acessório na hora de interagir com o recém-nascido
Não dar beijos e abraços: é difícil se segurar, mas esse esforço é muito bem-vindo nesse momento. Deixe para fazer isso depois que tudo passar
Fazer a higiene respiratória: lavar o nariz com soro e manter limpa as vias aéreas
Limpar e desinfetar todas as superfícies: mesa, cadeira e qualquer outro móvel. Tudo o que for possível ser desinfetado na sua casa
Pedir ajuda: mãe tem aquele costume de querer fazer tudo, mas é importante que possa pedir auxílio de alguém saudável que mora com você para dar o leite, caso prefira ordenhar

-Publicidade-