Bebês

Por que a gente muda a voz na hora de conversar com o bebê?

A ciência explica! Vem ver

Jéssica Anjos

Jéssica Anjos ,filha de Adriana e Marcelo

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Que delícia é olhar para o nosso filho e ver o quanto o amamos, não é? Mais gostoso ainda é poder dizer isso para ele, mas quando você vai fazer isso sua voz sempre sai de um jeito engraçado. Estranho? Não! “Quando olhamos para um bebê ou uma criança pequena é quase imediato que o nosso comportamento fique infantilizado, mudamos a entonação da voz e certas vezes até agimos como bobos”, comenta Aline Bellino, psicóloga e autora do livro Letras e Fonemas, filha de Idamar e Álvaro.

Segundo a especialista, quando a gente conversa com o bebê a área do cérebro responsável pelo sentimento de recompensa começa um processo neuroquímico que resulta em comportamentos que produzam uma sensação de acolhimento. “Isso nos incentiva a interagir com a criança das formas mais inusitadas”.

Além disso, segundo a Karina Weinmann, neurologista pediátrica e filha de Jacira e Hugo, nosso comportamento é para chamar a atenção da criança. “Quanto mais careta e alteração na voz você tiver, mas seu filho presta atenção. A gente tende a repetir esse comportamento”, explica. Mas é importante mudar o tom de voz em cada situação. Se você estiver feliz, pode usar um tom mais agudo e fazer brincadeiras, agora na hora da bronca é bom engrossar a voz e ser firme e faz cara de bravo, mesmo com um bebê. Ele vai perceber essas mudanças.

Só até os 2 anos

Nada de continuar infantilizando a voz após os dois anos do seu filho. “A gente recomenda que seja até os 18 meses, se não infantiliza a criança”, recomenda Karina. Depois desse período você já pode começar a falar com uma intonação normal com a criança.

Durante o aprendizado da fala, corrija quando ele disser alguma coisa errada. Como a criança é fofa, a gente tende a achar engraçado e algumas vezes incentivar que ela diga de maneira errada de novo. Não faça isso! Fale para o seu filho a maneira certa de pronunciar aquela palavra. A gente sabe que é difícil, porque sempre será seu bebê. Mas ele precisa crescer.

Leia também:

Você sabe quando e por que os bebês começam a sorrir?

Entenda as fases do sorriso do bebê e seu desenvolvimento da fase

Bebê ri quando a mãe come batatinha