Por que o bebê espirra tanto? Saiba as causas e quando se preocupar

É normal que os recém-nascidos tenham crises de espirro. Nada mais é que uma resposta espontânea do corpo para limpar o nariz de agentes “estranhos”

Resumo da Notícia

  • É normal que os recém-nascidos tenham crises de espirro
  • Isso acontece, porque eles tem uma mudança brusca de ambiente (do líquido amniótico para o ar)
  • Assim, essa reação espontânea do corpo tem objetivo de limpar as vias aéreas e proteger contra corpos "estranhos"
Os espirros tendem a diminuir com os dias (Foto: Getty Images)

Quando nasce um bebê, muitas perguntas surgem. Faz parte ter dúvidas, pois é um mundo completamente novo. Exatamente por ter tantas mudanças, aparece o sentimento de preocupação. E é sobre um deles que iremos falar aqui: os espirros. Sim, é normal que os bebês espirrem muito, principalmente os recém-nascidos. Por isso, fique tranquila. Aquelas crises que parecem nunca ter fim tem uma explicação simples e lógica. 

-Publicidade-

Isso acontece por conta da mudança de ambiente, já que ele passou nove meses no líquido amniótico e, ao nascer, entrou em contato com diferentes cheiros, temperaturas, que podem causar essa sequência de espirros. Está tudo bem com seu filho, a reação é apenas uma defesa espontânea do organismo. “O espirro nada mais é que a resposta do organismo na tentativa de expelir aquilo que causou irritação na narina. Dessa forma, é muito comum os bebês espirrarem bastante nos primeiros dias de vida”, explica Dra. Loretta Campos, pediatra e consultora de Aleitamento Materno.

Assim, costumam espirrar com maior frequência no início, com objetivo de eliminar os resíduos do líquido amniótico e secreções do parto. Funciona da mesma forma que os adultos, para limpar as vias aéreas. Você com certeza lembra de alguma situação em que sentiu algo estranho no nariz e teve o impulso de espirrar. A diferença é que os recém-nascidos entram em contato com mais objetos “desconhecidos” e, então tendem a espirrar mais.

-Publicidade-
Caso você tenha dúvidas, procure um médico (Foto: reprodução)

É preciso ficar alerta?

Como tudo na vida, é necessário manter um acompanhamento para verificar qualquer situação fora do comum. Espirrar é, sim, comum, mas caso ele venha junto de um aumento da secreção nasal clara (coriza), coceira nos olhos, nariz entupido, pode ser sinal de algo mais sério, como resfriados, alergia e sinusite. “Ter o hábito de sempre higienizar as narinas do bebê com soluções salinas nasais também podem ajudar muito”, completa a pediatra. 

Esses cuidados você pode fazer em casa mesmo, mas caso perceba esses sinais, é importante procurar um médico, para que então realize todos os exames necessários e descubra o motivo dessa crise. Em caso de alergia, outros sintomas devem aparecer, como tosse e congestão, além de coceira, inchaço e dores de estômago. Então, se você perceber algum desses sinais, não hesite em procurar um especialista!

 

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-