Bebês

Proteção natural: saiba como cuidar dos primeiros dentes do seu bebê

É importante que os primeiros dentes sejam higienizados assim que aparecerem

Jennifer Detlinger

Jennifer Detlinger ,Filha de Lucila e Paulo

Os cuidados com a primeira dentição podem gerar muitas dúvidas para os pais (Foto: Getty Images)

Os primeiros meses com o bebê em casa são de pura descoberta. Desde o momento em que seu filho nasce, tudo muda de repente. Por isso, é importante ter muita ajuda de uma rede de apoio para que essa fase do bebê seja um pouco mais tranquila e cheia de amor.

Completar 6 meses é um marco para o bebê e para a família. É nessa fase que ele já costuma dormir sozinho no quarto, começa a interagir mais com o ambiente e… nascem os primeiros dentinhos. Em meio a tantas novidades, os cuidados com a primeira dentição podem gerar muitas dúvidas para os pais.

Para começar, é importante lembrar que, nessa hora, não existe regra, nem certo ou errado, mas uma coisa é verdade: o bebê fica mesmo incomodado quando o dente está nascendo. “É um processo de inflamação. A pele da gengiva está se rompendo lentamente. Isso incomoda um pouco, mesmo”, explica o pediatra Claudio Len, pai de Beatriz e Silvia, consultor e colunista da Pais&Filhos.

(Foto: Getty Images)

É importante que assim que os primeiros dentes aparecerem, já sejam higienizados – mesmo antes da introdução alimentar. No início, e mesmo ainda banguela, a limpeza pode ser realizada durante o banho, com um pano ou gaze úmidos e sem pasta. Depois que os dentes nascerem, o hábito da escova deve ser introduzido.

É hora também de usar uma escova de dentes infantil para a higienização com gel dental próprio para crianças, sem flúor. A quantidade usada deve ser igual a um grão de arroz. Como o bebê não sabe cuspir, ele pode engolir essa espuma com flúor. O acúmulo desse mineral no organismo pode provocar fluorose, que causa defeitos no esmalte dental, como manchas e falhas. Por isso é essencial ficar atento às escolhas dos produtos e buscar opções de gel dental que proporcionem segurança para o bebê.

E esse cuidado deve se estender à higiene do bebê como um todo, principalmente nos cosméticos que são aplicados diretamente na pele do seu filho. Ao escolher os produtos de limpeza para o seu filho, o ideal é optar pelos feitos com ingredientes naturais e, preferencialmente, orgânicos, que não possuam parabenos, óleos minerais, corantes, fragrâncias e conservantes artificiais. “Os cosméticos feitos com ingredientes naturais têm maior capacidade de hidratação. Por serem derivados de extratos, com origem vegetal e ricos em antioxidantes, eles ajudam no processo de reparação da pele do bebê, além de ter poder calmante e minimizar possíveis irritações”, explica  explica Dra. Patrícia Silveira, dermatologista focada em dermatologia natural, mãe de Sofia.

(Foto: Getty Images)

Presentes na maioria dos cosméticos tradicionais, substâncias como parabenos, petrolatos e outros conservantes artificiais, derivados de óleo mineral, polietilenoglicol (PEGs) e corantes e fragrâncias artificiais podem ser prejudiciais para os bebês. O uso de produtos que possuem parabenos, por exemplo, pode provocar coceiras e alergias cutâneas nos bebês, como dermatite de contato irritativa e por hipersensibilidade.

Um cuidado natural

Marca pioneira e líder global no desenvolvimento de cosméticos com ingredientes naturais e orgânicos, a Weleda tem uma linha completa de cuidados para bebê e crianças, que acompanham o ciclo de cuidado que seu filho merece desde o primeiro dia de vida. Além de não utilizar derivados de petróleo e desde sua origem nunca ter feito testes em animais, os produtos não contêm parabenos, conservantes e corantes artificiais, e todas as fragrâncias são 100% naturais.

Para o cuidado com a primeira dentição do bebê, o gel dental infantil protege os dentes de leite contra as cáries e formação de placas bacterianas. Com extratos de flores de calêndula, que auxiliam e mantêm a gengiva saudável, é livre de flúor e sem mentol – ou seja, se ingerido, o gel não contém nenhum ingrediente que pode causar danos à saúde do seu bebê.

(Foto: Getty Images)

Já para cuidar da área mais sensível do bebê, o babycreme de calêndula previne o surgimento de assaduras, acalma a pele irritada e reduz a vermelhidão na região da fralda desde o primeiro dia de uso. O extrato de calêndula é ótimo para ajudar nos cuidados com a pele delicada dos recém-nascidos, por suas propriedades medicinais consideradas calmantes, protetoras e renovadoras. “A calêndula tem ação anti-inflamatória e cicatrizante, além de atuar contra alguns microrganismos da pele. Os bebês têm uma pele tão vulnerável, que até os próprios fungos da pele podem ser agressivos. A planta ajuda a minimizar a ação desses fungos e acalmam os microrganismos que já existem na flora”, explica Patrícia.

A linha de calêndula da Weleda oferece uma solução completa para a rotina de higiene do bebê, com shampoo e body wash, óleo hidratante, creme facial, loção hidratante, sabonete e banho hidratante. Todos os produtos são compostos por ingredientes naturais e livres de corantes, fragrâncias e conservantes artificiais, petrolatos, parabenos, óleos minerais e ingredientes sintéticos. Conheça:

Babycreme de calêndula: previne as assaduras do bebê e impede a irritação da pele na área da fralda (Foto: Divulgação/Weleda)

Gel dental infantil sem flúor: ideal para dentes de leite, previne cáries e formação de placas bacterianas (Foto: Divulgação/Weleda)

Shampoo & Body Wash de calêndula: este produto 2 em 1 pode ser usado no corpo e nos cabelos do bebê. Limpa sem agredir a pele e o couro cabeludo (Foto: Divulgação/Weleda)

 

Óleo Hidratante para Bebê de Calêndula: para massagem e cuidados corporais diários do bebê, melhora a capacidade de proteção da pele do bebê ao diminuir a perda de umidade (Foto: Divulgação/Weleda)

Para saber mais detalhes sobre a linha Calêndula e dicas sobre o bem-estar e saúde do bebê, acesse o site da Weleda.

Leia também:

Cuidado natural: saiba como proteger a pele do seu bebê nos primeiros dias de vida

Cuidado com a pele do bebê: os produtos naturais e orgânicos são os mais indicados

6 dicas de ouro para fortalecer o sistema imunológico das crianças