Recém-nascido abraça a mãe no primeiro encontro

O vídeo já tem mais de 4 milhões de visualizações no Facebook

A gravação foi publicada pela página do Facebook Papo de Pai no dia 25 de maio e bombou. As imagens mostram o primeiro encontro do bebê com a mãe, e ninguém esperava que ele iria abraçar e “beijar” o nariz dela. É claro que algumas pessoas, nos comentários, defenderam que a criança estava tentando mamar, mas o vídeo é lindo e emocionante mesmo assim.

-Publicidade-
nene
(Foto: reprodução do facebook/Papo de Pai)

A primeira hora de vida do bebê, também conhecida por golden hour, ou hora dourada, é muito importante pelo contato entre mãe e filho logo após o nascimento. Esta transição, do ambiente intrauterino para a vida extrauterina, pode não ser uma tarefa tão simples, mas com alguns cuidados (e muito carinho!) se torna um momento muito especial para a família.

Segundo Cinthia Calsinski, mãe de Matheus, Bianca e Carolina, enfermeira obstetra, consultora de aleitamento e colunista da Pais&Filhos, a golden hour pode trazer diversos benefícios para a mãe o bebê, além de ser um grande impacto no fortalecimento de vínculos.

Por que o vínculo é tão importante?

Nestes 60 primeiros minutos após o nascimento, é importante que o bebê fique aconchegado, e não existe lugar melhor do que o colo da mãe. O recém-nascido, quando colocado de bruços e sem roupa no ventre ou abdome materno, passa a regular a temperatura corporal, além de ficar aquecido. Na primeira hora de vida, tão preciosa pelo contato pele a pele, também é fortalecido o sistema imune e o auxílio na criação do vínculo a partir do cheiro, contato e toque. “Por isso, é chamada de hora de ouro, pois o que acontece tem impacto no estabelecimento do vínculo entre ambos, potencial para diminuir riscos para a saúde do bebê e ainda auxiliar no estabelecimento da amamentação”, explica Cinthia.