Sabrina Petraglia conta como é voltar a trabalhar na TV após o nascimento do filho

Em entrevista exclusiva à Pais&Filhos, a atriz também contou sobre a experiência de passar pela experiência de ter Gael internado na UTI

Resumo da Notícia

  • Sabrina Petraglia conversou com a Pais&Filhos sobre maternidade
  • A atriz contou um pouco como concilia a carreira com a vida pessoal
  • Ela é mãe de Gael, que já ficou internado 19 dias na UTI
  • Conversamos sobre a luta diária pela recuperação do menino, que hoje tem 9 meses
A atriz ainda está atuando (Foto: reprodução/ Instagram @sabrinapetraglia)

Sabrina Petraglia, de 36 anos, começou a carreira de atriz de um jeito diferente. Primeiro, ela se formou em jornalismo, no Rio de Janeiro, mas decidiu que a verdadeira vocação era o teatro. A primeira aparição na TV foi em 2010 na novela “Uma Rosa com Amor”, do SBT. Em 2011, participou da novela “Passione”, da Rede Globo. Atualmente, ela faz parte do elenco de “Salve-se quem puder”. 

-Publicidade-

Atuação não deve ser um trabalho fácil, mas Sabrina precisou aprender a lidar com as dificuldades do trabalho depois que deu à luz. Ela é mãe de Gael, de 9 meses, fruto do relacionamento com o marido, Ramón Velásquez. Ela contou para a Pais&Filhos como foi enfrentar a UTI do próprio filho e a forma como conciliou o trabalho com a maternidade.

Pais&Filhos: O que você sentiu quando viu seu filho na UTI? Qual foi seu principal medo na hora?

-Publicidade-
Sabrina Petraglia: Uma sensação de impotência muito grande. Eu sonhava em ter o Gael, subir pro quarto, receber visitas. Fiz uma recepção pros amigos muito bonitinha e, de repente, tudo mudou, o tempo fechou e a gente desceu pra UTI. Uma tristeza e a gente começou a viver um pesadelo, dia a dia a  gente rezava pro Gael evoluir. Então, fora 19 dias de uma gestação fora do corpo, em uma encubadora. Muito difícil, muito triste e o meu maior medo era perder o Gael.
Pais&Filhos: Qual foi a principal mudança na sua vida ao se tornar mãe?
Sabrina Petraglia: Tudo mudou. Eu já nem lembro mais como era a Sabrina de antes. Minha preocupação mudou, minha cabeça mudou, meus dias são completamente diferentes, tudo voltado pra ele. Agora, que estou começando a fazer novela que estou direcionando meus horários aos pouquinhos. Mas tudo mudou, o modo de ver a vida, as prioridades, tudo muda quando a gente se torna mãe.
(Foto: reprodução/ Instagram @sabrinapetraglia)

Pais&Filhos: A sua rotina provavelmente sofreu mudanças desde Gael chegou, qual foi a principal mudança?

Sabrina Petraglia: Quando o Gael chegou, a minha rotina virou de ponta a cabeça, era a rotina dele. Fiquei na livre demanda durante seis meses, na rotina de tentar que ele tirasse cochilos, brincar, tentar fazer algum tipo de atividade mesmo com ele tão pequenininho, estar sempre presente, observando as mudanças e a evolução. Uma rotina de me alimentar bem, de tirar leite e estocar para quando voltasse ao trabalho, rotina de banho, enfim, fiquei seis meses vivendo essa rotina de mãe mesmo. Pensava mais em mim, sempre em função dele.

Gael está com 9 meses (Foto: reprodução/ Babuska Fotografia)
Pais&Filhos: Agora, sobre a sua carreira, como você consegue se desprender da vida particular e focar nas gravações, por exemplo?

Sabrina Petraglia: Eu conto com uma rede de apoio maravilhosa, meu marido é super parceiro, meu pai que me ajuda muito, minha sogra. Eu tento sempre deixar com alguém da família, por mais que tenha sempre alguém ajudando, assim eu consigo gravar  tranquila. Mas eu chego, gravo correndo e não vejo a hora de voltar, pra ficar com ele, dar o banho, dar a última mamada do dia, colocar pra dormir. É difícil, mas quando entro nos Estúdios Globo, eu tento me desligar, se não o trabalho não rende, né? Falo sempre que mãe feliz, é filho mais feliz ainda.

Pais&Filhos: Como você lida com a distância do seu filho? Na hora de sair para trabalhar, o que você sente?

Sabrina Petraglia:Na hora de sair pra trabalhar, meu coração aperta muito. Mas eu saio feliz, porque adoro fazer novelas, adoro meu trabalho. E sou muito grata pela oportunidade que o Daniel Ortiz está me dando, com o Fred Mayrink, enfim, a novela é maravilhosa. Eu tento explicar “mamãe já vem”, aí ele chora um pouquinho, mas tento explicar que saio mas volto, mesmo ele sendo tão pequenininho (9 meses).

Aí quando saio, me desligo mesmo, se não eu não dou conta. Ramon conseguiu mudar comigo pro Rio de Janeiro, consegue trabalhar em casa e quando não está viajando, está presente na maioria das vezes. Sempre alguém da família, de SP, que é aposentado, como vovô e vovó para ajudar. E sobre a distância, eu tenho câmeras….então eu fico olhando, matando as saudades, entre uma cena e outra. Eu morro de saudades, tento voltar o quando antes, eu não enrolo, não.

Gael é o primeiro filho do casal (Foto: reprodução/ Instagram @sabrinapetraglia)

Pais&Filhos: Para sua vida particular, como pessoa, qual foi a maior mudança que Gael trouxe para você?

Sabrina Petraglia: Gael me deu a profundidade dos sentimentos, é mais profundo. Se alargou em mim um amor sem igual, apesar do cansaço maior. Acho que essa é a maior mudança, sou uma mulher muito mais sensível, profunda, realizada e feliz. Eu, Sabrina, precisava viver a realidade para me realizar. Eu achava que não, mas hoje eu dou graças a Deus de ter o Gael e ter passado por essa experiência. Sou um ser humano melhor.

Pais&Filhos: Família é tudo para você?

Sabrina Petraglia: Formar uma família é bom demais. Sim, a minha família é tudo pra mim, está em primeiro lugar. Antigamente, a profissão estava em primeiro lugar na minha vida, depois do meu casamento, da minha parceria com o Ramon – que é muito em paz – e agora com o nascimento do Gael….a gente se olha, é uma loucura. Quando estamos os três, é bom demais, é sagrado. A minha carreira é muito importante até para estrutura da família, porque acho que eu não aguentaria ficar dentro de casa, eu adoro trabalhar. Eu me curo trabalhando, atuando, me emprestando. Arte me cura.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!