Saúde em dia: 5 benefícios do uso de óleos para o bebê

A pele dos bebês é muito sensível e, por isso, exige cuidados importantes. Dentre eles, o uso de óleos pode apresentar muitos pontos positivos e ser seu maior companheiro no carinho com seu filho!

Resumo da Notícia

  • O uso de óleos nos cuidados com o bebê pode ser muito importante, principalmente por causa da sensibilidade da pele dele
  • Além de estreitar os laços dos pais com o filho, os óleos ainda conseguem proteger a pele e mantê-la hidratada
  • Vem conhecer os benefícios de inserir o uso de óleos no dia a dia do seu bebê!

A pele é o maior órgão do corpo humano e, por isso, é aquele que está mais exposto às mudanças de temperaturas, sol, alergias e outras situações. Nos bebês, ela exige ainda mais cuidado e atenção. Por isso, você já pensou em como os óleos são importantes para a saúde e bem-estar do seu filho? O uso deste produto nos cuidados do seu bebê pode trazer inúmeros benefícios – e você vai se surpreender.

-Publicidade-
O óleo pode trazer muitos benefícios ao seu bebê!
O óleo pode trazer muitos benefícios ao seu bebê! (Foto: Getty Images)

Proteção

Como um ser que acabou de chegar no mundo, o bebê passa por uma fase muito intensa de “adaptação” ao meio externo –  que começa no nascimento e dura até os primeiros anos de vida. Por causa disso, todo o organismo do bebê exige cuidados redobrados: especialmente a pele.

A pele é o primeiro órgão do nosso corpo que interage diretamente com esse meio externo. Por exemplo, é aquela que tem o principal contato com o líquido uterino e, posteriormente, com o ar – que enfrenta variações de temperatura, presença de partículas, estímulos sensoriais e etc.

Mesmo com uma função de barreira natural contra organismos e bactérias, a pele demanda uma manutenção dessa função, especialmente para bebês. Por isso, o uso de óleos é importante para restabelecer essa camada protetora e manter a proteção do seu filho. Além disso, o hábito de passar óleo na criança pode prevenir a pele de possíveis irritações causadas por atritos com fraldas e outros tecidos.

Limpeza

O uso de óleos na pele do seu bebê pode, além disso, potencializar a limpeza dela. Isso porque os óleos ajudam na remoção de crostas, principalmente a crosta láctea, que é aquela que se instala no couro cabeludo do bebê nos primeiros dias de vida.

Apesar de não ser o principal responsável por hidratar a pele das crianças, o uso de óleos pode, sim, tornar ainda mais gostosa a sensação de maciez e delicadeza que só os bebês possuem.

Hidratação

Pode parecer estranho, mas mesmo com toda essa aparência de maciez e hidratação, a pele do bebê pode perder água. Principalmente no inverno, o uso de óleos no seu filho pode ser muito importante em momentos de perda de água.

A pele do bebê precisa de cuidados específicos e diferentes da pele dos adultos
A pele do bebê precisa de cuidados específicos e diferentes da pele dos adultos (Foto: Getty Images)

Os óleos no bebê são capazes de repor a água e fazer a manutenção da hidratação da pele do bebê. A partir de uma partícula protetora, o óleo “impermeabiliza” a pele da criança e retém a perda de líquido em diferentes estações do ano.

Massagem

Os benefícios de uma massagem no bebê com óleos podem ir muito além do bem-estar. Isso porque diversos estudos já comprovaram que esse momento entre pai e filho é capaz de prevenir até a mortalidade infantil!

Passar óleo regularmente na pele do seu bebê pode protegê-lo do contato com muitas bactérias e outros organismos, e fazê-lo enquanto faz massagem pode ser ainda melhor. Isso porque os bebês entendem que o toque é uma linguagem do amor muito poderosa e, quando cuidados por meio dele, se conectam diretamente com o pai e a mãe.

Comunicação

O ritual de passar óleo na pele do seu bebê pode te proporcionar momentos maravilhosos com seu filho. Mas sabia que eles também são capazes de influenciar diretamente nas habilidades de comunicação dele?

Enquanto é massageado, o bebê tem contato visual direto com você, além de prestar atenção em suas expressões faciais e até no tom da sua voz – caso você interaja com ele no meio do processo.

Por causa disso, a massagem corporal com óleos em bebês é capaz de aumentar sua comunicação e até mesmo evoluir, no futuro, sua habilidade socioemocional. Ah! O sistema nervoso e até mesmo as cólicas do seu bebê também podem ser aliviadas com esse processo.

Como aplicar óleos nos bebês?

A gente sabe que os óleos são muito importantes para a saúde do bebê, mas tudo o que é produzido em excesso é capaz de fazer mal, né? Por isso, antes de mais nada, entenda que seu bebê não será banhado em óleo: apenas algumas gotas são capazes de garantir cada um dos benefícios aqui citados!

Coloque uma pequena quantidade do produto nas mãos. A partir daí, esfregue-as uma na outra para que o líquido fique aquecido, e só então comece a massagem no bebê. Faça movimentos delicados, e curta esse momento muito especial da parentalidade.

Para a remoção das crostas, aplique uma pequena quantidade em um algodão e passe suavemente no topo da cabeça do bebê. Esses cuidados podem ser feitos diariamente.

Os óleos são parte muito especial da saúde do bebê e, além de trazerem cuidados muito importantes, também são capazes de promover momentos incríveis de pais e filhos. Por isso, os óleos da Granado são livres de conservantes, corantes, óleo mineral e ingredientes de origem animal.

A Granado possui os óleos no formato tradicional, de Erva-doce e Lavanda
A Granado possui os óleos no formato tradicional, de Erva-doce e Lavanda (Foto: Divulgação/ Granado)

Com as opções de óleos de Lavanda, Erva-Doce e o tradicional, com óleos vegetais e vitamina E, é possível proteger a pele do bebê. Afinal, os óleos fazem parte de um cuidado muito especial e importante para ele!