‘Superbebê’ que nasceu com 7 kg recebe alta após um mês em observação no Pará

Estéfany Araújo Evangelista nasceu no dia 15 de novembro na Fundação Santa Casa do Pará e permaneceu até cumprir todos os exames médicos

Resumo da Notícia

  • A bebê de 7 kg recebeu alta da Fundação Santa Casa da Misericórdia do Pará na última sexta-feira, 10;
  • Estéfany Araújo Evangelista, filha de Francilene do Espírito Santo Araújo e Paulo César Santana Evangelista, nasceu em 15 de novembro;
  • Ela fez uso de antibióticos e fará acompanhamento médico regurlarmente.

Estéfany Araújo Evangelista, filha de Francilene do Espírito Santo Araújo e Paulo César Santana Evangelista recebeu alta na última sexta-feira, 10, da Fundação Santa Casa do Pará. A filha de Paulo César nasceu pesando 7 kg, sendo considerada uma ‘superbebê’ por ter mais de 4 kg.

-Publicidade-

Segundo informações fornecidas pela UOL, a bebê fez uso de antibióticos enquanto esteve internada e deve seguir com acompanhamento médico em casa. Franciele, mãe de Estéfany, desenvolveu diabetes gestacional durante a gravidez, o que soluciona as perguntas sobre as características da filha.

“Mães que têm diabetes gestacional dão à luz crianças muito grandes, normalmente são bebês maiores que quatro quilos, e não tão grandes quanto a nossa Estefany, que surpreendeu pelo peso que nasceu. Uma das prováveis causas da Estefany ter nascido tão grande foi a diabetes gestacional da mãe”, comentou Oliva Mota, médica pediatra da Santa Casa do Pará.

Franciele com equipe médica em Santa Casa da Misericórdia, no Pará
Franciele com equipe médica em Santa Casa da Misericórdia, no Pará (Foto: Reprodução/Santa Casa da Misericórdia do Pará)

De acordo com o levantamento do hospital, a recém-nascida pode ser considerada uma das 10 maiores bebês já nascidas no mundo. Segundo Vilma Hutin, médica pediatra da Fundação, o peso estimado de um bebê é de 2,5 kg até 3,9 kg.

A família mora em Igarapé Mocoonzinho, cidade no Acará, interior do Pará. Paulo César disse que a comunidade onde mora está ansiosa para conhecer sua filha, e explicou que a família terá que comprar um novo enxoval para Estéfany. “Não deu nela pelo tamanho. Agora estamos sem as roupas ideais para nossa filha. Temos que fazer um novo enxoval que atenda o seu tamanho”, contou.