Bebês

Unicef e OMS lançam guia sobre amamentação

Estudo mostra que leite materno é capaz de salvar, por ano, 820 mil crianças

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

breastfeeding-picture-id471558794

Que amamentar salva vidas a gente sabe. Mas quantas? De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), 820 mil crianças com menos de cinco anos poderiam ser salvas anualmente se todos os bebês fossem amamentados nos dois primeiros anos de vida.

As duas organizações lançaram, nesta segunda semana de abril, um guia para incentivar as mamães a amamentar. A publicação, feita em parceria com o Hospital Amigo do Bebê, recomenda não abusar de substitutos do leite materno, dá dicas sobre uso de chupetas e mamadeiras e informações que ajudam a mãe a iniciar a amamentação.

Há, também, uma descrição de passos práticos que os países devem adotar para proteger, promover e apoiar o aleitamento materno nas unidades de saúde. Inclui ainda informação para ajudar as mães a iniciar a amamentação na primeira hora e amamentar o bebê de forma exclusiva por seis meses.

O leite da mãe é capaz de proteger os recém-nascidos de infecções, diarreias que podem levar à morte, além de estar relacionado a um rendimento melhor na vida adulta. Por isso, é muito importante amamentar os bebês e não substitui-lo por outros alimentos.

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não