Virgínia Fonseca desabafa sobre dificuldades no processo de amamentação

A influenciadora digital sempre compartilha nas redes sociais a rotina e os desafios do pós-gravidez

Resumo da Notícia

  • Virgínia é mãe da pequena Maria Alice
  • Compartilha sempre a rotina com a filha
  • Ela falou sobre a única dificuldade que encontrou no processo de maternidade

Virgínia Fonseca é muito aberta em relação a maternidade nas redes sociais. A influenciadora, que acumula mais de 24 milhões de seguidores, sempre mostra a rotina com a filha Maria Alice, que teve com o marido Zé Felipe, e comenta sobre as dificuldades que enfrenta nesse processo.

-Publicidade-
Virgínia Fonseca sempre compartilha fotos com Maria Alice (Foto: Reprodução/ Instagram)

Virgínia falou sobre o tempo do puerpério que passou após a gravidez. “Passei pelo puerpério sem saber que estava passando por ele. Sabe aquele mix de emoções? Tem hora que você está muito feliz e daí você fica do nada muito triste. Estava me sentindo e até hoje me sinto um pouco insuficiente, que não estou sendo uma boa mãe… Fui passando por ele achando que estava tudo de boa. Sou muito assim, vou passando pelas situações e seguindo em frente”, conta.

Ela ainda comentou que a única dificuldade que passou com os cuidados da filha foi a amamentação. “O que mais me surpreendeu foi a parte da amamentação. Eu não sabia que era tão difícil como é. Na maioria das vezes não passam isso para a gente. Eu não li muitas coisas, não fui atrás de nada, porque pensei que fosse ser tranquilo. É bem mais complexo do que a gente pensa. Não tive dificuldade em trocar fralda, que achei super de boa. O primeiro banho da Maria Alice fui eu que dei. Além da amamentação, também tive dificuldades em lidar com as cólicas do bebê. A gente não sabe o que fazer. Às vezes dá remédio e o bebê continua com cólica. E você fica apavorada (risos)”.

Apoio do marido

A jovem conta com bastante apoio do marido, o cantor Zé Felipe, com quem assumiu o namoro em julho de 2020 e se casou um ano mais tarde. “O Zé Felipe é um ótimo pai e está sempre presente em tudo. Ele dá muito carinho para a Maria, só que ele ainda tem um pouco de medo por ela ser muito pequena e molinha. Ela tem dois meses só. Então ele tem muito receio de machucar. Até na hora de pegar no colo, a gente que tem que colocar no colo dele. Mas ele tem sido um pai excelente. Eu já esperava isso dele porque ele é muito carinhoso. E com a Maria não está sendo diferente”, elogia.